“Outros estados são mais ricos que nós, mas nenhum tem a Educação que nós temos”, afirma Zé Eliton

0
1125
Foto: Divulgação

O governador Zé Eliton (PSDB), candidato à reeleição, comemorou nesta segunda-feira (3) os números divulgados pelo Ministério da Educação, mostrando que a Educação de Goiás continua liderando os índices nacionais. A rede pública estadual goiana é líder nacional do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) no Ensino Médio e no Ensino Fundamental II. No Ensino Fundamental I, Goiás ficou na 2ª colocação. “Fico emocionado em ver o Brasil reconhecer Goiás por sua Educação. Ver o Brasil reverenciar Goiás. Outros estados são mais ricos que nós, mas nenhum tem a Educação que nós temos”, afirmou Eliton em entrevista coletiva, que contou com a participação de centenas de estudantes da rede estadual.

Em seguida, os estudantes foram convidados pelo governador, junto com professores e servidores administrativos, para conhecer as dependências do Palácio das Esmeraldas, residência oficial do governador. “Hoje, o Palácio das Esmeraldas virou a Casa do Estudante! Comemoramos, juntos, os incríveis resultados que a rede estadual de ensino alcançou no Ideb e no Saeb. Conquistas dos alunos e de todos que se empenham diariamente a ensiná-los. Orgulho demais dessa turma! Vamos em frente, pessoal!”, declarou o governador em postagem no Facebook.

Para Eliton, o resultado tem de ser dividido com os protagonistas dessa conquista. “Temos alunos dedicados, que se preocupam com o seu futuro e professores bem formados. Temos pessoas que atuam na área administrativa com muita eficiência. É bom celebrar o hoje, mas sem tirar os olhos do amanhã. Temos hoje a melhor Educação do Brasil, mas ainda temos um longo caminho a percorrer rumo à Educação que queremos.”

O governador narrou a época em que estudou em escola pública da rede estadual no município de Posse. “Há muitos anos, eu saí de uma cidade do interior, Posse, e estudava em uma Escola Pública, como todos vocês que estão aqui hoje. Estudei na Escola Estadual Dom Prudêncio e hoje sou o governador do Estado de Goiás”, contou. “Queremos ser Excelência, onde cada aluno possa concluir seu curso e ter uma oportunidade de emprego, ter direito a ir para a faculdade, a terminar a faculdade e estar bem colocado no mercado de trabalho”.

Plano de Governo: Mestrado para os professores

Candidato à reeleição, Zé Eliton reiterou uma de suas propostas, para melhorar ainda mais o nível da educação pública em Goiás, por meio da oferta de cursos de Mestrado aos docentes. “Daremos agora os próximos passos e o primeiro deles será garantir que todos os professores possam fazer um mestrado e garantir aos alunos o direito de estudar integralmente sem se preocupar em ter que trabalhar para ajudar nas despesas de casa”, frisou.

IDEB 2018

No Ensino Médio, a nota alcançada por Goiás foi 4,3, superando a projeção do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), que era 4,2. Já no Ensino Fundamental II, a média foi 5,2, ou seja, 0,4 a mais que o estipulado (4,8). No Ensino Fundamental I, Goiás apresenta crescimento de um ponto: o Inep apresentou meta de 5,6, mas a rede estadual goiana fez 6,6. As provas foram realizadas em 2017.

Para o governador Zé Eliton, os números são resultado direto de um conjunto de ações que o Governo de Goiás vem aplicando na Educação. “Mas nada disso seria possível sem o esforço da comunidade escolar. Parabéns aos diretores, professores, coordenadores e, principalmente, aos alunos. O mérito é de vocês. Estamos satisfeitos com os avanços, mas ainda queremos mais. E nosso papel é voltar os olhos para o futuro. Estamos propondo mais formação para os professores, com o Mestrado Profissional, e outra série de investimentos voltados para os alunos, para que priorizem os estudos”.

“Somos a melhor rede pública do Brasil, graças ao empenho dos professores e alunos. É um momento histórico, e representa muito mais do que números. Há oito anos, estamos com a rede consolidada, na vanguarda da Educação. Esse resultado comprova que temos uma estrutura muito eficiente. Estrutura que foi montada nos dois últimos governos do Marconi e Zé Eliton, que dá ao Estado de Goiás uma tranquilidade com relação ao seu futuro”, destacou o secretário de Educação, Cultura e Esporte, Flávio Peixoto.

O Ideb é calculado de dois em dois anos, a partir dos dados sobre aprovação obtidos no Censo Escolar e das médias de desempenho no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). Na última semana, o MEC já havia divulgado os dados do Saeb, que indicaram a rede pública goiana na liderança nacional em aprendizagem. Goiás é primeiro lugar em proficiência em Língua Portuguesa e Matemática nas duas fases do Ensino Fundamental (I e II) e terceiro lugar no Ensino Médio no país.

O Ideb é um importante indicador para avaliar o desempenho da aprendizagem no Brasil. A meta nacional é alcançar os índices estabelecidos pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), cuja média é 6,0. Ela é composta por 34 países e tem como objetivo promover políticas públicas voltadas para o desenvolvimento econômico e o bem-estar social, passando pela Educação.

A partir dos dados obtidos pelo Ideb, já é possível notar que a rede estadual goiana está acima da média da OCDE quando o assunto é Ensino Fundamental I, cuja nota atual é de 6,6.

Histórico de crescimento

Goiás apresenta histórico positivo e de crescimento desde 2007, ano em que o MEC adotou o Ideb para avaliar a qualidade do aprendizado no Brasil e começou a estabelecer curvas de crescimento. No Ensino Fundamental I, as metas foram atingidas cinco vezes consecutivas, tendo iniciado com nota 4,3 e saltado para 6,6, dez anos depois. O mesmo cenário é percebido no Ensino Fundamental II. Nessa modalidade, a rede pública goiana avançou de 3,4, em 2007, para 5,2 no ano passado.

Já no Ensino Médio, as notas acima das metas do Inep começaram a surgir em 2009. De lá para cá, vem superando seus próprios índices, tendo saltado da 16ª posição, em 2011, para a liderança atual. O maior destaque foi em 2013, quando a rede estadual de Goiás alcançou o topo nacional do Ideb, com 3,8 pontos. Já no último ranking divulgado, em 2015, Goiás foi um dos quatro Estados a cumprir as metas estabelecidas para o Ensino Médio.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here