Bem-vindo Hotatá!

0
1107
Foto: Luiz Fernando Hidalgo

Lívia Máximo

Personagem surpreende alunos em escola que trabalha projeto de incentivo à leitura, escrita, alimentação saudável e cultivo de horta medicinal

Os pés em forma de tomate, os braços de cenoura, a cabeça de acelga e o corpo de chuchu. Assim são as formas do personagem Hotatá, que fez uma grande surpresa ao chegar à Escola Municipal Vitor Hugo Ludwing, no setor Cidade Jardim, na tarde da última quarta-feira, 29. Após trocarem e-mail e cartas com o boneco, finalmente eles se conheceram pessoalmente durante um chá da tarde realizado com a presença das famílias. A ação integra o projeto pedagógico da escola que, de forma interdisciplinar, tem o objetivo de desenvolver leitura, escrita, além da alimentação saudável, cultivo de hortas medicinais e cuidados com o meio ambiente.

A aluna Isabelly Luiza Lopes de Melo, 8 anos, ficou muito feliz com a presença dos seus pais, irmã e avó, que vieram prestigiar o chá e conhecer mais sobre o projeto da sua escola.

“Gostei muito de aprender sobre as hortas, sobre reutilizar e reaproveitar os alimentos. A minha avó gosta e entende muito de horta, eu queria que ela viesse e ela está aqui. Desde criança eu gosto de tomar chá, então eu já conhecia muitos, mas aprendi sobre os benefícios de vários outros na cura de doenças como gripe, febre, dor de cabeça e até queda de cabelo”, disse.

Nos últimos meses os alunos trocaram várias mensagens com o personagem Hotatá, que enviou sementes para o plantio na horta da escola. O aluno Ezequiel Sanches Felício, 8 anos, foi o primeiro a enviar um e-mail ao boneco. Ao vê-lo pessoalmente, deu um forte abraço e pediu fotos.

“O Hotatá me ensinou a importância de comer verduras e legumes. Ele foi minha inspiração para fazer parte deste projeto”, disse.

Professora e idealizadora do projeto, Luciana Rolim ressalta a importância do incentivo por meio de práticas e metodologias de ensino que despertem na criança o desejo em aprender.

“Temos um aluno em uma das turmas que tinha muita dificuldade em ler e escrever, inclusive foi preciso repetir o ano com ele. E, hoje, ele está lendo, escrevendo. Isso é uma grande conquista para nós, educadores. É uma alegria vê-los tão felizes ao conhecer o boneco. O nosso projeto engloba muitos ensinamentos e estamos colhendo os frutos por meio do desenvolvimento nítido das nossas crianças”, explica.

Crianças aprendem a importância da alimentação saudável e cultivo de hortas no ambiente escolar / Foto: Luiz Fernando Hidalgo

Mãe da aluna Ana Luiza Teixeira, de 9 anos, Maria José Teixeira participou do chá com a família e comemorou os resultados de mais uma ação do projeto e do progresso na educação da filha.

“A escola é muito cuidadosa com os projetos e propostas. Gosto muito do trabalho realizado aqui. Este projeto especificamente foi muito interessante, as crianças se envolveram muito. A minha filha tem paralisia cerebral, e ela aprendeu muito, sempre oferecemos chás para ela em casa, então ela se atrai pelos sabores e isso é muito bom. Acredito que seja importante que desde cedo as crianças aprendam a importância de uma alimentação saudável, é a construção de hábitos que serão conservados pela vida toda”, destacou a mãe.

O projeto segue com atividades durante todo o semestre e contará com a parceria voluntária da nutricionista Renata Batista Portes.

A intenção dos professores e da direção da escola é expandir as ações para todas as turmas.

“Os alunos já pintaram telas, escreveram cartas, plantaram mudas, escreveram o diário da semente e estão empolgados com o Hotatá. Dentro desta proposta ainda teremos muitas ações”, concluiu a diretora da escola, Mara Rúbia Gomes de Morais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here