Lúcia Vânia defende combate a privilégios e redução de partidos políticos

0
602
Foto: Divulgação

A senadora e candidata à reeleição Lúcia Vânia (PSB) participou nesta segunda-feira (10) de entrevista à Rádio CBN Goiânia, no programa Papo Político, e sabatina no jornal O Popular. A candidata aproveitou a oportunidade para falar do seu trabalho pelo estado e das propostas para o próximo mandato, se for eleita. “A minha experiência e o meu trabalho no Congresso Nacional me dá condições de ver com muita clareza o que precisa ser feito no futuro”, observou a parlamentar.

“Eu estou trabalhando em uma área fundamental para Goiás que é a infraestrutura básica, principalmente os modais que nós temos aqui, tanto o ferroviário quanto o rodoviário”, disse Lúcia Vânia ao Popular, avaliando a importância do escoamento da produção sem o chamado custo Brasil. “Nós estamos trabalhando três ferrovias importantes: primeiro a Ferrovia Norte-Sul, que deverá ir a leilão agora em outubro; nós temos a Fico (Ferrovia de Integração Centro-Oeste), que vai sair de Campinorte e vai até Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso; e estamos preparando também a Fiol (Ferrovia de Integração Oeste-Leste), que vem da Bahia e encontra a Norte-Sul”, completou.

Defendendo reformas política, tributária, do Estado e da Previdência, Lúcia Vânia sustentou a necessidade da “eliminação do número de partidos políticos”. “Hoje a sociedade e o próprio gestor público não conseguem conviver com o número de partidos”, disse. A senadora ainda fez defesa do voto favorável e distrital, do enxugamento do Estado e do combate aos privilégios.
Criticou a reforma da Previdência proposta pelo presidente Michel Temer, porque “penaliza aqueles que ganham menos e deixa os grandes bancos e as grandes empresas que devem bilhões fora dessa reforma”, e destacou proposta para a reforma Tributária. “Eu tenho um projeto de Lei que acredito que vai ser muito discutido na Reforma Tributária, propondo tributar os jatinhos, os barcos de alto luxo, que hoje não são tributados. Enquanto isso, para um carro popular você tem que pagar IPVA.”

A senadora contou que as pesquisas indicaram o reconhecimento do trabalho dela, razão pela qual disputa a reeleição. “Eu tenho sido recebida por todos os cantos do estado de Goiás com todo o carinho e sempre com um reconhecimento muito grande do meu trabalho. A minha prática política eu procuro diferenciá-la e adaptá-la à demanda da sociedade, talvez por isso meu discurso seja aceito, o que atesta meu apoio popular.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here