Em debate, Daniel questiona falta de coerência de adversários

0
415
Foto: Divulgação

O candidato a governador pela Coligação Novas Ideias, Novo Goiás (MDB, PP, PRB e PHS), Daniel Vilela, questionou os adversários José Eliton (PSDB) e Ronaldo Caiado (DEM) ao apontar o descompasso entre o discurso e a prática dos candidatos e lembrou do passado recente dos dois como aliados e amigos pessoais, ambos integrantes da base do ex-governador Marconi Perillo (PSDB). No debate realizado pela rádio Sagres 730, Daniel pediu para Eliton esclarecer declaração feita em debate anterior, na qual o governador acusou o candidato do DEM de não ter autoridade moral para criticar ninguém. “O senhor não teve tempo de completar a fala, por causa do tempo, então eu e os goianos queremos saber o que quis dizer naquela ocasião”, perguntou Daniel.

O governador disse que Caiado é “lobo em pele de cordeiro”, que compactua com práticas questionáveis praticadas por aliados e comparou o senador ao ex-presidente Lula na disputa presidencial de 2002, quando o petista encarnou um personagem distinto daquele conhecido pelo grande público. Na sua réplica, Daniel justificou seu questionamento. “O senhor tem autoridade moral para falar de Caiado, foi advogado pessoal dele e conhece os segredos do senador”, afirmou Daniel, que completou: “Realmente, falta coerência entre o discurso e a prática do candidato Caiado, falta autocrítica com relação ao próprio partido e à sua história. O senador ignora a relação que teve por 16 anos com Marconi, trabalhando junto e indicando cargos importantes. Ignora inclusive a indicação de José Eliton como vice em 2010. Fica clara a incoerência do candidato do DEM neste momento eleitoral”.

Na maior parte do debate, o candidato do MDB focou na apresentação de propostas. Ao mostrar a impossibilidade de universalizar as escolas de tempo integral, promessa feita pelo PSDB nas últimas eleições, apresentou a solução do aluno em tempo integral. A forma de conseguir isto é firmar convênio com centros esportivos, escolas culturais, dentre outros, para oferecer atividades extra-curriculares para alunos além do horário regular de aula. “É uma maneira de proporcionar uma melhor formação dos nossos jovens e também estimular o empreendedorismo, pois haverá um mercado maior para essas escolinhas de formação cultural e esportiva”, afirmou Daniel.

O candidato também se comprometeu a colocar como prioridade de sua gestão concluir a ligação da barragem do João Leite com a Região Metropolitana, além de fazer as obras para normalizar o abastecimento de água em Anápolis. Goiás vive hoje uma situação delicada quanto ao abastecimento. “O ex-governador Marconi disse que Goiás poderia ficar 30 anos sem chuva que não faltaria água, por causa da barragem do João Leite. E hoje vivemos uma grave crise hídrica. Vamos concluir investimentos e levar água a todas as residências da Região Metropolitana”, afirmou. “Recursos tem. O valor das obras para garantir o abastecimento de Anápolis, por exemplo, representa menos da metade do que foi gasto com propaganda pelo governo nos últimos anos. A questão é definir prioridades”, comparou.

Para a área da cultura, Daniel defendeu que o governo crie novos mecanismos para estimular o financiamento privado das atividades culturais. “Vamos cumprir os repasses definidos em lei, mas o fato é que se quisermos potencializar nossa cultura, temos que ir além. Com o Estado vivendo uma grave crise fiscal, o caminho é buscarmos num primeiro momento parceria com a iniciativa privada, atrás de mecanismos legais de incentivo”, disse, destacando a importância de fortalecer a produção cultural goiana para potencializar a formação das novas gerações.

Nas considerações finais, Daniel disse que o debate deixou evidente que Caiado e José Eliton representam o mesmo modelo político e administrativo do atual governo do Estado. São a continuidade das gestões de Marconi Perillo. “Ficou claro mais uma vez para o eleitor que se ele quiser manter o que está aí à frente do governo do Estado, ele conta com duas opções: os candidatos José Eliton e Ronaldo Caiado. Se quiser uma mudança real para nosso Estado, nos colocamos de forma humilde como uma alternativa, com um projeto que representa uma profunda renovação das práticas políticas de Goiás”, concluiu.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here