Escolas e Cmeis adotam medidas para amenizar o calor

SME orienta rotina com alimentação e atividades leves, que prezem pelo bem-estar dos alunos no ambiente escolar

0
926

Lívia Máximo

Os lábios e olhos ficam secos, o nariz sangra, a cabeça dói e o corpo fica mais cansado. É comum que tudo isso aconteça nesta época do ano em que o clima fica mais quente e a umidade do ar é bem baixa. Quem costuma sofrer bastante com essas alterações climáticas são as crianças, principalmente as menores. Por esta razão, a Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME) orientou, via ofício circular, escolas e Cmeis a adotarem algumas medidas e cuidados para amenizar os efeitos das altas temperaturas.

SME repassa orientações para escolas e Cmeis com medidas para manter o bem-estar dos alunos no ambiente escolar. / Foto: Divulgação

Ingestão de muito líquido, alimentação de fácil digestão, atividades longe do sol, uso de umidificadores, toalhas molhadas próximas ao corpo, banhos em água com temperatura ambiente e o uso de filtro solar são algumas das orientações prescritas no documento.

“Orientamos para que as equipes diretivas tomem determinados cuidados dentro das unidades educacionais e também orientem as famílias para que as mesmas sejam seguidas em casa”, ressalta a diretora de administração educacional, Leila Barbosa.

Ainda segundo a diretora, outra orientação é quanto a qualidade da água utilizada nas unidades. “Ressaltamos a importância de acompanhar o período de higienização da caixa d’água, bem como a necessidade de adequar as aulas de Educação Física, evitando atividades que exijam grande esforço físico e exposição solar entre 11h e 15h”, completa.

De acordo com a enfermeira e apoio da Gerência de Projeto da SME, Marislei Brasileiro, é comum nesta época do ano, que as crianças tenham a saúde afetada.

“Nossa intenção é garantir o bem-estar dos alunos no ambiente escolar durante este período de intenso calor. O turno vespertino é muito quente, então é preciso que as professoras, os adultos próximos fiquem de olho e tomem providências que amenizem os danos na saúde”, pontua.

No Cmei Viver a Infância, Setor Leste Vila Nova, as atividades estão mais leves, assim como a alimentação.

Piquenique de frutas, lanche com sanduíche natural ajuda a amenizar o calor e a baixa umidade do ar / Foto: Divulgação

“Estamos com o projeto piquenique de frutas e as crianças lancham no pátio, na sombra. Evitamos que elas corram, se agitem e procuramos deixá-las mais calmas, tomando bastante água para manter a hidratação do corpo”, afirma a diretora da unidade, Maria Cristina Pires da Silva.

Já no Cmei Solange Park o calor é aliviado e a diversão fica garantida com banho de ducha e piquenique e lanche com sanduíche natural.

“Momentos refrescantes e que aproveitamos para destacar de forma lúdica a importância de uma alimentação mais leve neste período de calor excessivo”, explica a diretora Rozidelma Ribeiro de Mendonça.

Crianças do Cmei Solange Park participam de atividades que refrescam e ao mesmo tempo ensinam / Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here