Romário Policarpo, presidente eleito da Câmara, defende reforma administrativa

0
570
Foto: Divulgação

Eleito presidente da Câmara Municipal de Goiânia, com 24 votos, contra 11 de Paulinho Graus (PDT), o vereador GCM Romário Policarpo (PROS) afirmou que sua prioridade será uma reforma administrativa na Casa. Um dos pontos que devem ser alterados, segundo ele, é a composição das comissões. “Somos 35 vereadores, não é possível que cada comissão tenha somente sete membros. A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), por exemplo, demora de seis a sete meses para votar os projetos. Com mais integrantes, vamos dar celeridade às votações”, explica o novo presidente, destacando que tudo será discutido previamente com os demais vereadores.

Outra ideia levantada por Romário Policarpo é a criação de um Disque Denúncia, para que a população tenha contato direto com os vereadores e apresente as dificuldades dos bairros. O presidente eleito também comentou sobre um possível enfraquecimento do prefeito Iris Rezende (MDB), com a derrota da chapa apoiada pelo atual presidente Andrey Azeredo (MDB). De acordo com Romário, a Prefeitura de Goiânia ainda contará com vereadores da base na Mesa Diretora. “Seremos independentes. É diferente de ser oposição. O que queremos é debater os projetos sem que haja pressão de fora”, explica. (Texto: Heloísa Amaral/Câmara Municipal de Goiânia Foto: Alberto Maia)

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here