Caiado homenageia bombeiros e cães que participaram de operação em Brumadinho

0
527
Foto: Cristiano Borges

Os seis bombeiros e seis cães que contribuíram no trabalho de buscas às vítimas do rompimento da barragem em Brumadinho, Minas Gerais, foram homenageados hoje pelo governador Ronaldo Caiado. Ele conversou com os militares que participaram da operação e conheceu parte do trabalho que foi realizado em Minas.  “Fiz questão absoluta de estar aqui porque esse evento tem um significado maior, ele tem aquilo que é exatamente o sentimento do povo goiano. É o sentimento da lealdade, da gratidão, da competência, da honestidade, da solidariedade e do amor ao próximo. Meus parabéns Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás”, agradeceu o governador.

Participaram da operação em Minas Gerais o 2º tenente Thiago Wening Barbosa, o subtenente Leonardo Dias Soares, os sargentos Sebastião Carlos da Costa e Julius Cezar Oliveira, bem como os cabos Ricardos Dias dos Reis e Vinicius Veloso. Eles estavam acompanhados das cadelas Saori, Bruma, Cristal, Hanna, Luna e Vênus. 

Dados divulgados pela Defesa Civil de Minas Gerais confirmam que a tragédia em Brumadinho até o momento já deixou 134 mortos e 199 pessoas estão desaparecidas. A barragem de rejeitos se rompeu no dia 25 de janeiro e a lama destruiu o refeitório e o prédio da mineradora Vale, além de pousadas, casas e vegetação. De acordo com Ronaldo Caiado, antes mesmo do governo mineiro aceitar a ajuda dos bombeiros goianos,  a equipe já estava na estrada. A atuação dos bombeiros goianos em Minas Gerais ocorreu entre os dias 26 de janeiro e 4 de fevereiro.

O governador ressaltou ainda que é uma honra ter uma tropa que se coloca à disposição para enfrentar adversidades e poder trazer esperança. “Faço essa referência e quero deixar claro que a homenagem de hoje é para cada um de vocês, e de forma especial, àqueles que foram a Brumadinho”, disse Caiado.  Os seis bombeiros são especialistas no atendimento de ocorrências com vítimas desorientadas ou desaparecidas em matas, escombros, deslizamentos ou na água. Já os cães são capazes de fazer buscas de pessoas vivas ou mortas em áreas rurais, áreas deslizadas e estruturas colapsadas. Com  o faro, podem fazer varreduras em áreas rurais de 30 mil m² em cerca de 20 minutos, o que consumiria aproximadamente 30 bombeiros executando uma busca em linha. 

O governador afirmou que “onde se vê um Brasil, muitas vezes, mergulhado na lama, se vê outro Brasil e outro Goiás colocando vidas à disposição de salvar e de poder buscar a recuperação daqueles que foram vitimados”. 

“Meus parabéns! Meus cumprimentos! É este o Estado de Goiás que vamos construir. De solidariedade, de transparência. De poder fazer com que o dinheiro público venha salvar vidas”, reforçou. Em seu discurso o governador também ressaltou o trabalho de uma das cadelas que participou dos trabalhos de resgate em Minas. Vênus teve uma atuação de destaque porque foi a cadela que mais conseguiu identificar pontos onde pessoas foram soterradas.

O comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Dewislon Adelino Mateus, afirmou que era uma satisfação receber inúmeras autoridades. “É uma satisfação muito grande para a instituição Bombeiro Militar ter essa oportunidade e sabemos que o senhor é um grande líder, que faz toda essa máquina estadual funcionar. Sabemos da sua agenda e o senhor fez questão de estar aqui para valorizar as ações da nossa corporação. O senhor percebe a importância de estar presente liderando as nossas ações.”, destacou o coronel. O comandante da corporação disse que essa foi a primeira vez que um governador foi a corporação para homenagear uma tropa depois de uma operação. “Isso para nós é um motivo de muita honra”, finalizou.

Equipamentos
No evento o governador também fez a entrega de cinco novas Unidades de Resgate (URs),  que vão reforçar o atendimento pré-hospitalar do Corpo de Bombeiros na capital. Investimento de R$ 1,1 milhão, recursos que são advindos da Secretaria Estadual de SAúde. Além disso, o governador entregou à corporação 30 lanternas portáteis, 10 sopradores portáteis, 70 capacetes de combate a incêndios, 459 capacetes de salvamento, 100 mochilas costais flexíveis para combate a incêndio florestal e 100 cones de sinalização. Isso soma mais de R$ 750 mil em investimentos no Corpo de Bombeiros. 

Corrupção
Durante a visita ao Corpo de Bombeiros Ronaldo Caiado também falou de corrupção. Ele disse que o Estado de Goiás não admite mais conviver  com o desvio do dinheiro público, com atitudes que não sejam dignas com a população. “É o momento de nós resgatarmos e trazermos a esperança para o povo goiano. A lama da corrupção, da má gestão, não vai soterrar a esperança do povo goiano. Podem ter certeza. Nós vamos superar as adversidades. Podem saber que terão um governo ao lado com total transparência e eficiência para que vocês se sintam honrados em bater continência e reconhecer as autoridades constituídas. Eu encerro dizendo meu muito obrigado. E que isso que vocês fizeram, sirva de exemplo para todos os servidores públicos do Estado de Goiás.

Além do governador Ronaldo Caiado, também participaram da recepção aos bombeiros o vice-governador Lincoln Tejota; o senador Luiz Carlos do Carmo; o secretário de Segurança Pública, Rodney Rocha Miranda; o secretário de Saúde, Ismael Alexandrino; o secretário-Chefe da Casa Militar, coronel Newton Nery de Castilho; o presidente do Detran, Marcos Roberto Silva; o presidente do Ipasgo, Silvio Fernandes Filho; o desembargador Welington Luis Peixoto, do Tribunal Regional do Trabalho da 18º Região; o superintendente da Polícia Judiciária, delegado Murilo Polati Rechinelli, que representou o delegado geral da Polícia Civil, Odair Soares; o deputado estadual Major Araújo; e o vereador de Goiânia Cabo Senna.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here