Goiano embarca para o Japão para discussões que antecedem o G-20

Diretor do Iphac, Valdinei Valério, integra grupo de engajamento de Organizações da Sociedade Civil. Discussão envolve trabalho, negócio e Direitos Humanos nos dias atuais

0
1571

O diretor do Instituto Promover (Iphac), Valdinei Valério, embarcou nesta quarta-feira (13) para o Japão, onde participa, nos próximos dias 18 e 19, do 2º encontro do C-20, que agrega organizações da Sociedade Civil de todo o mundo, em preparação para o G-20, que reunirá, em junho, em Osaka, também no país asiático, os representantes das 20 maiores economias do mundo.

Negócios, trabalho e Direitos Humanos são alguns dos temas principais que serão discutidos nessa série de reuniões de preparação. A partir delas, será elaborada uma declaração a ser apresentada aos líderes mundiais que estarão no G-20.

Valdinei Valério – que tem ampla experiência na inserção de jovens no mercado de trabalho em Goiás – lembra que um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODS nº 8) visa a consolidação do trabalho decente e o crescimento econômico.

“A tendência atual indica que a concentração da riqueza está aumentando, os trabalhadores estão ganhando menos do que merecem em termos de produtividade e salário, e isso pode ser ainda mais exacerbado na transição para a economia digitalizada”, alerta. Os ODS são uma agenda pactuada pelos membros da ONU, contemplando 17 Objetivos e 169 metas para as nações.

Ele destaca ainda que “para garantir um trabalho decente em todas as cadeias é preciso que o governo promova um ambiente propício para que as empresas respeitem os Direitos Humanos”. Para Valdinei, o caminho para a promoção social e para o desenvolvimento econômico de nossos jovens, ao que tudo indica, trata-se de um “desafio conjunto”, o qual demanda por ações assertivas tanto da esfera pública como a da iniciativa privada.

“Nessas reuniões do C20 é discutido um modelo para a implantação de políticas públicas voltadas para esses jovens vulneráveis socialmente. É o momento em que colocamos na balança a importância do Estado neste processo e faz-se um convite à reflexão mais aprofundada sobre as possibilidades de ação do mercado, do empresariado, da iniciativa privada”, expõe

Sobre o C20

Um dos sete grupos de engajamento do G20, o Civil 20 (C20) é um espaço no qual as organizações da sociedade civil de todo o mundo podem contribuir com G20, garantindo que os líderes mundiais escutem não só as vozes representativas dos setores governamental e empresarial, mas também às propostas e demandas da sociedade civil como um todo.

O objetivo deste Grupo de Engajamento é gerar espaços para discutir e construir documentos políticos a serem apresentados ao G20 para influenciá-lo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here