Comissão da Criança e Adolescente vai discutir indenização às famílias de vítimas do incêndio no Centro de Internação Provisória

0
464
Foto: Divulgação

O presidente da Comissão da Criança e Adolescente da Assembleia Legislativa de Goiás (CCA/Alego), deputado Vinícius Cirqueira (PROS), convocou os membros titulares e suplentes para a retomada dos trabalhos da comissão na atual legislatura.

A comissão vai receber representantes da Defensoria Pública do Estado de Goiás para conversar sobre o cálculo das indenizações que o Estado deverá pagar às famílias dos nove adolescentes que morreram em um incêndio no Centro de Internação Provisória (CIP), localizado na estrutura do 7º Batalhão da Polícia Militar (7º BPM), no Jardim Europa, em Goiânia. O incêndio ocorreu no dia 25 de maio de 2018.

À época, logo após o incêndio, o promotor de Justiça, Publius Lentulus, esteve no CIP e considerou o local inadequado para internação de adolescentes e afirmou que o local era uma bomba-relógio, um barril de pólvora. Publius ressaltou ainda que relatório realizado sobre o local já apontava superlotação. Segundo o promotor, o local tinha 80 internos e a capacidade era para apenas 52. Para ele, o CIP deveria ser retirado da estrutura do 7º BPM.

O presidente da comissão convidou também, representantes da Procuradoria-Geral do Estado, Secretaria de Cidadania, Secretaria da Economia, Conselhos Tutelares, além de outros órgãos e entidades que defendem com a causa da criança e do adolescente. “Estamos firmes no propósito de oferecer o nosso melhor em defesa da criança e do adolescente”, disse Vinícius Cirqueira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here