Agulhaço mobiliza população da Região da Estrada de Ferro

0
1304
Foto: Internet

A cidade de Pires do Rio, distante cerca de 145 km de Goiânia, sedia nessa quarta-feira o “Agulhaço”, que vai reunir a riqueza do artesanato da Região da Estrada de Ferro. A arte feita com agulhas, principalmente o crochê, é passada de geração em geração no município e se tornou uma identidade cultural da região. Durante o encontro, que será realizado na Casa de Cultura, os artesãos vão trocar experiências e expor sua arte feita em crochê, tricô, bonecas de pano, bordados, tapetes, casacos, entre outros produtos. As comunidades de outros municípios, como Orizona, Leopoldo de Bulhões e Silvânia, também foram convidadas para o evento. Haverá, ainda, exposição de fotos de paisagens, patrimônios culturais e pontos turísticos. Os alunos da rede de ensino de Pires do Rio também foram mobilizados para vivenciar suas tradições.

Segundo a idealizadora do projeto e Secretária Municipal de Cultura e Turismo, Amanda Cavalcante Carneiro, o artesanato faz parte da história cultural dos piresinos. Ela acrescenta que órgão tem incentivado os artesãos a se qualificar, com cursos oferecidos na Casa de Cultura, localizada na Estação Ferroviária da cidade, tombada como patrimônio histórico e cultural do estado. “É a Região da Estrada de Ferro empenhada em transformar nossas riquezas culturais em arte”, finaliza.

“O Agulhaço” tem o apoio da Goiás Turismo. Pires do Rio integra a Região da Estrada de Ferro, no Mapa Turístico de Goiás. A região está empenhada em viabilizar o Trem Turístico, que vai passar pelas Estações de cidades e povoados. Em arquitetura Art Déco, as Ferroviárias foram quase todas restauradas, e estão prontas para fazer parte deste projeto que cria um novo produto para incentivar o Turismo. Com isso, os municípios esperam aumentar a oferta de emprego e incrementar a valorização da cultura, das artes, do folclore, da gastronomia, do artesanato e da música. Para que tudo funcione, Bonfinópolis, Catalão, Goiandira, Ipameri, Leopoldo de Bulhões, Orizona, Pires do Rio, Santa Cruz de Goiás, Silvânia, Urutaí e Vianópolis, além de Senador Canedo, Caldazinha e dos povoados de Ponte Funda e Caraíba se comprometeram a restaurar prédios históricos, instalar sinalização turística e placas informativas e a fazer melhorias na infraestrutura de acesso, para garantir o sucesso do projeto.

Serviço
“ O Agulhaço”
Data: 27 de março
Local: Casa de Cultura de Pires do Rio – Estação Ferroviária
Horário: A partir das 13h

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here