Pesquisa do Procon Goiânia aponta variação 83,91% em produtos da Páscoa

0
634
Foto: Arquivo/Rovena Rosa/Agência Brasil

A Prefeitura de Goiânia, por intermédio do Procon Goiânia, realizou entre os dias 25 e 28 de março pesquisa em diversos estabelecimentos comerciais da capital goiana. O objetivo foi, além de auxiliar o consumidor nas compras de ovos e caixas de chocolate, alertar quanto às variações de preços, que, conforme o levantamento, encontrou variação de até 83,91% no mesmo item. Em contrapartida, a menor variação encontrada foi de 15,79%.

A pesquisa revela variações de percentuais entre produtos da mesma marca. Foram pesquisados 38 itens em nove estabelecimentos. A maior diferença ficou para ovo Bis Oreo de 240 gramas, que foi encontrado de R$ 29,90 a 54,99 (variação de 83,91%). O segundo item de maior variação foi o ovo Kit Kat White de 227 gramas, com valores de R$ 33,99 a R$ 59,99 (variação de 76,49%). A terceira maior variação foi o ovo Diamante Negro de 300 gramas, encontrado de R$ 31,99 a R$ 54,99 (diferença de 50,06%). Já a caixa de chocolate Lacta Favoritos de 250 gramas foi encontrada de R$ 7,99 a R$ 11,99 (variação de 50,06%).

Entre os produtos que apresentam as menores variações de preços nos estabelecimentos pesquisados estão o ovo Nestlé Zero Açúcar de 170 gramas, que foi encontrado de R$ 38,59 a R$ 39,99 (variação de 3,63%). O ovo Patrulha Canina Maieta de 100 gramas foi encontrado de R$ 44,29 a R$ 46,09 (variação de 4,06%). O ovo Minie 100 gramas, conforme a pesquisa, foi encontrado de R$ 44,28 a R$ 46,09 (variação de 4,09%). Já o ovo Nestlé Dragão 3 teve variação de 15,79%, com valores de 47,49 a R$ 54,99.

Conforme o superintendente do Procon Goiânia, Walter Silva, o consumidor pode economizar até R$ 94,09 na compra dos cinco itens com maior variação de preços e até R$ 14,71 na aquisição daqueles outros cinco produtos que apresentaram menor oscilação nos preços. “Pesquisar muito é o melhor caminho para que o consumidor faça economia e tenha satisfação na compra dos produtos”, afirma o superintendente.

Walter silva acrescenta ainda que marcas conhecidas nem sempre são sinônimos de melhor qualidade. “Por isso, o melhor caminho é buscar o produto que atenda às necessidades do consumidor e, claro, que esteja dentro do orçamento”, pontua. Conforme ele, a orientação é evitar compras exageradas, pesquisar bastante antes de efetuar as compras e ficar atentos quanto à qualidade do produto. “A data de validade e o acondicionamento dos chocolates também devem ser observados pelos consumidores”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here