“Essa reforma é uma mentira, vão acabar com o passe livre”, diz Lucas Calil

0
615

O deputado estadual Lucas Calil (PSD) caracterizou o projeto de reforma do passe livre estudantil, proposto pelo governo estadual, como “falácia”, “proselitismo” e “mentira” durante a tumultuada Sessão Plenária da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) na tarde desta quinta-feira (8).

“Não caiam nessa cortina de fumaça do governo, isso é proselitismo. É uma mentira. Eles vão cortar o passe livre da forma como está sendo feito em mais de 70%”, disse Calil, único deputado a ser ouvido pelos estudantes que faziam manifestação na galeria do Plenário.

“Como é hoje não há exigência de comprovação de renda, ou seja, não existe discriminação. Quanto ao modelo que eles querem fazer, somente famílias de até três salários mínimos e, além disso, detentores do bolsa família ou renda cidadã poderão ter acesso ao passe livre, ou seja, ninguém vai ter. É uma mentira do governo”, explicou Calil.

“Não caiam nessa falácia, nesse proselitismo, se mantenham unidos, não se dispersem e sempre que der venham para dentro da Assembleia para gente combater essa falcatrua do governo do Estado”, finalizou.

Antes do pronunciamento, a sessão foi interrompida algumas vezes pela manifestação. O presidente da Alego, Lissauer Vieira (PSB), pediu que os deputados fossem ouvidos, mas somente com o posicionamento de Lucas Calil isso foi possível. O deputado foi ovacionado pelos estudantes, em seguida, a sessão foi suspensa e posteriormente encerrada.

Enquanto estava suspensa, Calil se dirigiu aos manifestantes para entregar o projeto na íntegra para que eles conhecessem a propositura. O deputado se comprometeu a entregar a todos os deputados uma carta das entidades representantes e intermediar as conversas entre Parlamento e estudantes, garantindo o posicionamento contrário a todo teor da proposta.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here