“Governo não consegue avançar se não tiver parcerias nobres, republicanas e sérias”, afirma Caiado em reunião na SGPA

0
700
Foto: Divulgação

O agronegócio é o sustentáculo da economia de Goiás, um dos propulsores do emprego, das riquezas e dos avanços tecnológicos no Estado. O reconhecimento, de público, foi feito pelo governador Ronaldo Caiado e pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Lissauer Vieira, na sede da Sociedade Goiana de Agricultura e Pecuária (SGPA), nesta terça-feira (21/05), durante visita à Feira Agropecuária 2019. “Toda a nossa atividade é invejada por os outros continentes, diante do avanço que nós tivemos em relação à produtividade. Em 2015 e 2016, Goiás produzia cinco milhões de toneladas de grãos; agora, são mais de 22 milhões de toneladas. Isso mostra o potencial desse setor que cada vez mais inclui tecnologia e modernidade”, exemplificou o governador.

Ao lado do presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, deputado Lissauer Vieira, Caiado ressaltou o salto da produção de leite. “Em 2014, eram três milhões de toneladas de litros de leite. Hoje, esse valor já supera quase o dobro desse patamar. Isso é orgulho para a nossa Federação da Agricultura”, elogiou. Em face de índices tão expressivos, Caiado enfatizou que considera primordial uma interação cada vez maior entre o setor rural e o urbano, bem como entre a cadeia produtiva e a estrutura de Estado. “Essa é a nossa política, governar com todas as lideranças, de todos os segmentos. O governo não consegue avançar se não tiver parcerias nobres, republicanas e sérias, com espírito público para superar o desafio que está diante de nós, que é superar a crise”, afirmou. Esta foi sua segunda visita aos pavilhões do Parque de Exposições, que até o final do evento, no domingo (26/05), deve movimentar mais de R$ 200 milhões em negócios.

O governador aproveitou a ocasião para repassar brevemente os pontos que foram deliberados ontem na Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Condel/Sudeco), em Brasília. “Uma reivindicação feita foi a de que as cooperativas de crédito tivessem acesso à verba de repasse do FCO [Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste], sem que os projetos tivessem que ser avaliados pelo Condel, mas sim por nossa comissão no Estado de Goiás. Conseguimos aprovar essa condição e deliberamos favoravelmente para que as cooperativas [de crédito] pudessem voltar a investir com o dinheiro do FCO em todos os segmentos no Estado de Goiás”, explicou.

Para o presidente Lissauer Vieira, a exposição é referência para o Brasil por ser uma vitrine do trabalho realizado pela diretoria da SGPA. “Todos queremos ver nosso Estado cada vez melhor e mostrando índices nacionalmente. A Exposição Agropecuária, fortalecida como tem sido feito, é a bandeira de todos vocês, diretores da SGPA, tentando mostrar Goiás e o Brasil a força e a pujança da agropecuária. Isso vem ao encontro do que todos nós queremos e precisamos valorizar nos dias de hoje: o setor produtivo, a pecuária, a agricultura. A Agroindústria é a mola propulsora da economia do nosso Estado”, comentou.

Caiado lembrou que sua gestão foi responsável pela recriação da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), garantindo com isso mais suporte do Estado para avanços no segmento rural.  Nesta visita hoje à SGPA, o governador esteve acompanhado da presidente de honra da OVG, a primeira-dama Gracinha Caiado, e pelos secretários Antônio Carlos Neto (Agricultura), Wilder Morais (Indústria, Comércio e Serviços), Rodney Miranda (Segurança Pública), Adriano rocha Lima (Desenvolvimento e Inovação), Edival Lourenço (Cultura), Ernesto Roller (Secretaria de Governo), tenente coronel Luiz Carlos de Alencar (Casa Militar); Lívio Luciano (Gestão da Governadoria); além de deputados e diretores da SGPA.

Após a reunião, Caiado passeou pelos pavilhões e pelo Museu Agropecuário, onde foi recebido com apresentações musicais dos grupos “Alegria, Voz e Violão”, da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e do Grupo de Idosos do Jardim do Cerrado.  Para um dos expositores, Gustavo Oliveira Souza, presidente da Associação Goiana do Tabapuã, a presença do governador no evento fortalece e valoriza o trabalho dos criadores. “Fico muito prestigiado, até pela origem dele, como criador de gado, e por sua história na política, para defender nossos interesses”, comentou.

Segurança pública
Na avaliação do presidente SGPA, Tasso Jayme, a parceria com o Governo de Goiás é fundamental para que o evento transcorra da forma mais segura possível. “Tivemos uma audiência com o governador antes do início da feira e solicitamos prioridade na questão de segurança, onde fomos prontamente atendidos. Com a presença da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e também a segurança particular contratada pela SGPA, temos aproximadamente 1,5 mil homens garantindo a tranquilidade das pessoas que frequentam a Feira Agropecuária”, enumerou.

O presidente destacou a importância do projeto de equoterapia, que oferece melhor condição de vida a pessoas acidentadas e que têm problemas de locomoção. “A primeira-dama Gracinha Caiado se sensibilizou com este projeto, que é uma das várias ações que fortalecem muito a SGPA com a parceria com o Governo de Goiás”, pontuou.

Outra demanda apresentada pela SGPA foi a otimização do Parque de Exposições durante os 12 meses do ano. “Temos alguns projetos e estamos começando a amadurecer com o Governo de Goiás. É uma área de mais de 150 mil metros quadrados, com espaços para evento, locações, formaturas, e o Governo já tem começado a nos apoiar nesse sentido. A SGPA tem também o pensamento de trazer uma faculdade de Agronomia e Veterinária aqui para dentro do parque, além de cursos diretamente ligados ao nosso segmento”, vislumbrou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here