Iris e Caiado abrem mutirão na Região Sudoeste de Goiânia

0
523

O prefeito Iris Rezende e o governador Ronaldo Caiado abriram, às 8h deste sábado (15/6), o 22º mutirão no Residencial Eli Forte, na Região Sudoeste de Goiânia, com serviços e benfeitorias para moradores de 40 bairros. A abertura do evento será na Rua EF 10, quadra APM 3, em frente à Escola Municipal João Alves de Queiroz.

Ao todo, são ofertados 120 serviços municipais nos setores de saúde, assistência social, cidadania, educação, finanças, orientações judiciais, emissão de documentos, além de força-tarefa em infraestrutura, urbanização e reforma de prédios públicos.

O governo de Goiás preparou serviços do Vapt Vupt, com emissão de carteira de identidade, CPF e de certidões, atendimentos do Ipasgo e Procon. A Secretaria de Desenvolvimento Social disponibilizará informações sobre Bolsa-Família, Passaporte do Idoso, Passe Livre do Deficiente, Carteira do Autista, ônibus para atendimento à mulher, Passe Livre Estudantil e carteira de estudante. Outros oito órgãos do estado estarão à postos com atividades para os participantes.

O prefeito Iris Rezende afirma que a participação do governo estadual vai ampliar os benefícios levados aos goianienses. “O mutirão é o deslocamento da administração pública para o meio do povo. Nem sempre os trabalhadores conseguem, ao longo da semana, procurar uma repartição pública, seja municipal ou estadual, para resolver problemas. O evento facilita a vida de todos. A logística possibilita ao cidadão ter acesso aos mais variados atendimentos em um só lugar”, complementa.

“Além de resolver as demandas mais urgentes da população, nós ouvimos os questionamentos das pessoas e encaminhamos seus requerimentos”, destaca o prefeito. “Aqui, gestores e população se misturam, se integram, e o cidadão se sente contemplado, de forma que o mutirão é uma forma eficaz de atender ao contribuinte”, ressalta Iris.
“Com nossa estrutura de governo, interligada com a prefeitura, vamos ampliar na capital as ações que o Iris iniciou, com a oferta de importantes serviços à população”, afirma Caiado. “Mais do que oferecer apoio, o mutirão permite ao gestor estar no meio da população, conhecendo de perto a realidade dentro do espírito do governo pés no chão”, enumera.

Caiado também destaca que o mutirão tem viés educativo. “Brota na pessoa o sentimento de responsabilidade com o bairro, a praça, de cuidar e ajudar o poder público. Governo nenhum muda uma região se não tiver a participação direta do cidadão. E é isso que o Iris ensinou a toda população de Goiânia e de Goiás. É um governo participativo, é o cidadão fazendo a sua parte,” conclui.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here