Imigração, Terras de Ninguém?

0
4836
Foto: ISTOÉ

Mauro Felippe

A maioria de nós, brasileiros natos, tem ascendentes imigrantes, seja europeus, asiáticos ou africanos. Não importa de onde sejam; eles vieram para as terras brasileiras e as tornaram suas também. Construíram uma vida, uma história. E, acima de tudo, vieram para contribuir com a formação do País, trazendo consigo suas culturas, raízes e seus ensinamentos.

A imigração tem como característica a chegada de uma pessoa em um país estrangeiro com a intenção de nele se estabelecer, de modo permanente ou temporário. Em geral, esse processo imigratório ocorre por motivos pessoais ou pela busca de melhores condições de vida e de trabalho. Muitos ainda saem de seu país natal para fugir de perseguições ou discriminações por motivos religiosos, políticos, dentre outros.

O Brasil é um País constituído por várias culturas e nacionalidades diferentes que migraram de seus países de origem em busca de novas esperanças e dias melhores na Terra Verde e Amarela. A abertura dos portos, ocorrida em 1808, possibilitou a entrada de imigrantes de outras etnias no Brasil, além dos portugueses. É válido lembrar que a imigração de outros povos começou, de fato, com o fim do tráfico de africanos escravizados, em 1850.

Origem do Dia do Imigrante
Com o intuito de preservar as memórias dos diversos imigrantes e homenagear esses povos que deixaram para trás amigos e familiares, anualmente, no dia 25 de junho, celebra-se o Dia do Imigrante.

Essa data foi determinada por meio do Decreto nº 30.128, de 14 de novembro de 1957, emitido pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Além disso, o dia foi escolhido também por ser a que coincide com o fim das celebrações da Semana da Imigração Japonesa, comemorada a partir de 18 de junho, também anualmente.

Mauro Felippe é advogado, autor das coletâneas poéticas Nove, Humanos, Espectros e Ócio e já esteve como expositor na Bienal Internacional do Livro de São Paulo 2016 e Bienal Internacional do Livro do Rio 2017.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here