Total de R$ 101,3 bilhões foram gastos pelos Estados para cobrir rombo da previdência, em 2018

0
586

O Tesouro Nacional publicou nesta quarta-feira (14), no Boletim de Finanças dos Entes Subnacionais, que a soma dos gastos dos Estados foi de R$ 101,284 bilhões, para cobrir o prejuízo da previdência em 2018. Quase todos os Estados tiveram aumento no déficit previdenciário na relação ao ano anterior. Os que ultrapassaram o limite de 60% foram: Tocantins, Minas Gerais, Mato Grosso, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Acre, Goiás, Piauí, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Rio de Janeiro e Maranhão. O Tocantins é o que está em pior situação, foram gastas para pagar pessoa 79,22% das receitas correntes .

“Tal crescimento é indicio do problema da insustentabilidade dos regimes de previdência estaduais”, afirmou o Tesouro no boletim. O consumo de recursos financeiros aumenta cada vez mais, sendo poderiam estar convergidos para melhorar e atender os direitos básicos exigidos pela população. No Senado, onde atualmente tramita a reforma da Previdência, deve ser apresentada uma proposta paralela para estender as novas regras de aposentadoria também para servidores de estados e municípios.

O Estado de Goiás está classificado como nota C, no CAPAG (Capacidade de Pagamentos), segundo o Tesouro Nacional. O que corresponde à incapacidade de realizar pagamentos e de fazer empréstimos com a União. No início deste ano, Goiás mostrou interesse em aderir o Regime de Recuperação Fiscal, mesmo não cumprindo os requisitos para participar o STF determinou que a União retomasse as negociações necessárias com o Estado para a Recuperação Fiscal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here