Líder RAPS e RenovaBR participa de evento voltado para mulheres na política em Goiânia

0
583
Foto: Divulgação

Será realizado no próximo sábado (17/8) o #DiálogoGirlUp, em Goiânia, um evento voltado para incentivar mulheres a ingressar na política brasileira. Entre os destaques do evento está o workshop “Como aproximar os cidadãos das instituições públicas?”, que será ministrado pela cientista política Ludmila Rosa, conhecida como Lud Rosa, que é líder RAPS e RenovaBR.

A palestrante, assessora parlamentar na Câmara Municipal de Goiânia, destaca a importância de fazer com que a população se sinta parte da política. “As pessoas não se sentem pertencentes, não se sentem reconhecidas nos espaços institucionais e na política, e esse descrédito só vem corroborando com uma deterioração do nosso sistema político-eleitoral, o que faz com que a gente faça apostas às escuras, como muitas pessoas fizeram nas eleições de 2018”, afirma Lud Rosa.

As participantes terão a oportunidade de conhecer de perto pessoas que atuam nos bastidores do poder legislativo goiano e saber como é o funcionamento de uma casa de leis. “Vamos falar sobre o processo legislativo, sobre como a gente apresenta um projeto de lei, quais as hierarquias normativas, o que tem que fazer, como um projeto tramita em uma Casa até virar lei. E vou contar um pouco da minha experiência na Câmara”, ressalta a assessora parlamentar.

O workshop será voltado, principalmente, para mulheres com idade média entre 18 e 21 anos. Além do workshop, a cientista política também participará de um painel. “Nesse painel vou responder perguntas sobre modelos e mecanismos de aproximação do cidadão aos espaços institucionais, o que têm sido pensado e implementado para aproximar a política institucional das pessoas e as pessoas da política”, comenta.

Para Lud Rosa, é fundamental estimular a participação das mulheres na política para a concretização da igualdade de gênero. “Nosso objetivo é realmente tocar a juventude sobre esses pontos tão sensíveis que vão desde a importância de se candidatar à coisas mais complexas como meios de fortalecer nossa democracia”, e completa: “Temos que ativar a cidadania dessas jovens e mostrar para elas que, sim, o poder público é um lugar para todos, inclusive mulheres, e que temos que nos ombrear umas às outras para crescermos juntas, ocupar os espaços e melhorar nossa democracia representativa”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here