Numero de queimadas aumentam em Goiás

0
480
Foto: Reprodução/Governo de Goiás

Em 2019, o número de queimadas aumentou 30% em relação ao mesmo período em 2018. Último incêndio destruiu 40% da área de um parque ecológico em Goiânia.
O número de queimadas aumentou muito neste ano, bombeiros de Goiás estão usando drones para enxergar mais longe e agir mais rapidamente.

No interior de Goiás, uma mulher morreu quando o motorista do carro em que ela estava parou no meio da rodovia. Um caminhão que vinha logo atrás bateu em cheio. “Devido à fumaça, não percebeu o carro e acabou colidindo na traseira do outro veículo”. Em várias estradas do país, o perigo tem cor cinzenta. É muita fumaça na pista explica o perito.

Neste período do ano a preocupação aumenta porque tem mais vento, a vegetação está mais seca e a umidade relativa do ar, mais baixa.

Agora o bombeiros estão contando com o uso de drones para monitorar todo o parque; seis vezes por dia o equipamento levanta voo. Se alguma fumaça for avistada, as equipes por terra seguem imediatamente para o local, para impedir que o fogo se espalhe. Evitando o que já aconteceu em alguns locais.

Segundo o major Éberson Holanda do Corpo de Bombeiros de Goiás, a medida faz com que, economize tempo e recursos financeiros.
A doutora em ciências ambientais Hélida Ferreira da Cunha diz que o fogo, ainda por cima, é desnecessário: “A gente não precisa jogar o cigarro aceso pela janela do carro, a gente não precisa queimar lixo, a gente não precisa queimar o lote baldio. A gente não precisa fazer fogo, porque o fogo é um risco de morte, não só para as espécies animais e vegetais, mas um risco para a gente também”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here