Clécio Alves é contra medida que transfere conta de luz de GOs aos municípios

0
415
Foto: Divulgação

Nesta quinta-feira, 3, o vereador e vice-presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Clécio Alves (MDB), se manifestou contra a medida em que o Estado transfere a conta de luz de GOs para municípios. A ideia é que a Enel Distribuição Goiás transfira para Prefeituras conta sobre serviço de trechos urbanos, atingindo cerca de 3 mil pontos de iluminação. Mas a medida foi considerada absurda, sendo rejeitada pela Câmara Municipal de Goiânia. “Dei risadas quando ouvi um negócio desses. Isso é a maior sandice do mundo. É obrigação do governo estadual e federal e não da Prefeitura”, disse o emedebista.

A medida ocorreu após pedido da Agência Goiana de Infraestrutura e Transporte (Goinfra) para que a empresa retire a responsabilidade pelo serviço e pagamento das faturas de energia, transferindo-as para os municípios. Para o emedebista, a Prefeitura tem que fazer primeiro o dever de casa. “É absurdo obrigar o município pagar iluminação de rodovias, superfaturadas, feitas pelo governo do Estado. Nós temos é que iluminar a Capital, em bairros periféricos, carentes de iluminação”, detalhou.

Clécio também considerou a atitude da Câmara, em rejeitar a medida, positiva. “Me sinto completamente representado por esta Casa, já que existe uma empresa que não faz nada. Uma empresa que apenas cobra pedágios altíssimos. São milhões faturados, trazendo apenas confusão. Precisamos anular esse crime que a Enel tem feito com a população goiana. Ela tem se preocupado em lucrar e não com o bem-estar da população”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here