Volta das chuvas gera alerta contra o Aedes aegypti

0
396

Desde meados de junho deste ano, a seca foi uma característica marcante nos dias goianos. Com a chegada da primavera também veio a chuva, que para muitos é sinônimo de frescor. Porém, a combinação entre o período chuvoso e as altas temperaturas registradas em Goiás se torna perfeita para a proliferação dos criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

E com a iminência do aumento do número de casos entre outubro e maio, conforme os registros dos anos anteriores, a Secretaria do Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) alerta a população para que intensifique os cuidados em suas residências e locais de trabalho, eliminando os possíveis focos. Marcello Rosa, coordenador de Vigilância e Controle Ambiental de Vetores da SES-GO, orienta que as pessoas devem manter uma vigilância no mínimo semanal em seus imóveis para identificar e eliminar possíveis locais que possam acumular água.

Segundo Rosa, os cuidados básicos para evitar a proliferação do mosquito é descartar o lixo para a coleta adequada pelas prefeituras, evitando que a água se acumule em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, garrafas. Rosa lembra ainda que é preciso colocar areia nos vasinhos de plantas, vedar caixas d’água, tambores, latões, cisternas e desentupir calhas e grelhas para evitar que a água, tão benéfica e essencial à vida, se acumule e possa se tornar foco desse perigoso mosquito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here