OVG lança Plataforma do Voluntariado

0
303
Foto: Divulgação

“Para fortalecer a cultura do voluntariado em Goiás e facilitar o acesso de quem tem interesse em contribuir com os programas sociais do Governo de Goiás”. Foi com esse conceito que o governador Ronaldo Caiado, a primeira-dama e presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Gracinha Caiado, e o vice-governador Lincoln Tejota lançaram oficialmente a Plataforma do Voluntariado nesta quarta-feira, 30.

A Plataforma do Voluntariado está disponível no site da OVG (www.ovg.org.br/voluntariado) e integra o Programa Nacional de Incentivo ao Voluntariado, o Pátria Voluntária, desenvolvido pelo Ministério da Cidadania e coordenado pela primeira-dama da República, Michelle Bolsonaro, que compareceu ao lançamento em Goiânia. Michelle não resistiu ao ritmo e encanto das meninas do projeto Arte e Inclusão e, ao lado de Gracinha, participou da apresentação de catira.

Michelle Bolsonaro destacou que a mobilização da sociedade, por meio do voluntariado, permite que relações de confiança sejam estabelecidas entre os cidadãos, o que amplia ainda mais a proteção das famílias em todos os níveis. “O chamado voluntário é um chamado no meu coração. Ao lado dos conselheiros do Pátria Voluntária, tenho trabalhado em prol da população vulnerável. Ao fortalecer o voluntariado, podemos implementar ações verdadeiramente transformadoras para o nosso Brasil”, assegurou.

Ferramenta digital

A Plataforma do Voluntariado reunirá informações sobre os programas desenvolvidos pela OVG, como o “Meninas de Luz” e o “Tecendo o Futuro”, além dos projetos das mais de 500 entidades sociais que atendem goianos de todas as regiões. A ferramenta digital permitirá ao voluntário contribuir de diversas maneiras, seja com doações financeiras, materiais e equipamentos específicos, ou mesmo com horas de trabalho.

Na Plataforma, a OVG irá divulgar cursos de capacitação e vagas oferecidas para os voluntários; realizar campanhas de arrecadação e doação para ajudar entidades e pessoas em situação de vulnerabilidade social. Empresas e entidades civis organizadas poderão adotar programas e pessoas atendidas pela Organização, ajudando a custear as atividades que a OVG desenvolve em suas unidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here