Novembro Verde estimula tratamento com homeopatia Veterinária

0
523

O Dia Nacional da Homeopatia é comemorado oficialmente em 21 de novembro. A Homeopatia Veterinária no Brasil foi oficialmente reconhecida pela Resolução n° 625, de 16 de março de 1995, do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), que dispõe sobre o registro de título de especialista no âmbito dos conselhos regionais. Na maioria dos estados brasileiros, as clínicas de pequenos animais (cães e gatos) já oferecem atendimento homeopático. No campo, principalmente as fazendas certificadas para produção orgânica, utilizam amplamente os medicamentos homeopáticos e muitos zoológicos já adotam a homeopatia como recurso terapêutico. O Novembro Verde é uma forma de estimular o tratamento com a homeopatia.

Conforme o Dr. Romão da Cunha Nunes, professor aposentado da UFG e membro da Comissão do CRMVZ Jovem, do CRMV-GO, que implantou e coordenou o curso de Especialização em Homeopatia Veterinária da UFG (com duas turmas formadas: 2015 e 2017), a homeopatia pode ser aplicada em todos os segmentos da veterinária, pequenos e grandes animais, com excelentes resultados e custos mais baixos. Além de trabalhar com o bem-estar dos animais, a homeopatia veterinária colabora para a saúde das pessoas preocupadas em consumir alimentos mais saudáveis já que a homeopatia não deixa resíduos nas carnes, leite ou ovos.

O professor Romão ressalta que a homeopatia veterinária é capaz de tratar complicações em pets que incluem desde problemas comportamentais e infestações de parasitas até insuficiências renais. A homeopatia pet começa a ganhar espaço no mundo da veterinária.

Algumas utilizações da homeopatia veterinária:

Bovinocultura – Controle da Sodomia Bovina – O distúrbio comportamental no qual um animal é repetidamente montado por outro, acarretando em menor desempenho e prejuízos, pode ser tratado com a homeopatia. O medicamento atua diretamente no comportamento do animal, diminuindo o estresse, favorecendo o ganho de peso e diminuição de montas e outros comportamentos indesejáveis. Foi desenvolvida uma dissertação de mestrado na Escola de Veterinária da UFG denominada Controle da Sodomia em Bovinos machos inteiros confinados com o uso do medicamento homeopático, de Sydney Gonçalves Lopes e que apresentou excelentes resultados.

A equipe do professor Romão da Cunha Nunes desenvolveu trabalhos sobre requeima, controle de carrapatos e mastite com bons resultados clínicos e redução de custos.

Utilização do cultivo in vitro de folículos pre-antrais suínos inclusos em tecido ovariano (in situ) como modelo de avaliação da eficiência de medicamentos homeopáticos (Bos Stress Fertilis 6CH) na foliculogênese inicial foi o trabalho de pós-doutorado do professor Romão da Cunha Nunes, evidenciando o bom desempenho do produto homeopático.

Avicultura – Laringotraqueite Infecciosa das aves (afecção considerada incurável de agente etiológico virótico com terapêutica apenas sintomática) – Frequentemente os animais respondem em poucos dias ao tratamento a esse processo agudo e não apresentarão sequelas após estarem completamente restabelecidos.

Suinocultura – Na granja de suínos ou qualquer outra exploração animal, as doenças epidêmicas poderão ser tratadas observando os sintomas mais peculiares e incomuns para se encontrar o medicamento a ser oferecido a todos os animais (genius epidemicus).

Pequenos Animais – Em boa parte das situações, os medicamentos homeopáticos podem ser combinados a outros medicamentos, garantindo a eficácia de um tratamento, mas mesmo quando usados sozinhos, este tipo de medicação traz bons resultados e até mesmo ajudar na prevenção do aparecimento ou piora de doenças.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here