Começa a revitalização da Praça Universitária

0
232

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seinfra), começou na última semana a reconstrução asfáltica das pistas internas da Praça Universitária. O serviço atende emenda impositiva do vereador Lucas Kitão, no valor de R$ 1.266.985,78, que propõe a revitalização do espaço, e vai reconstruir 7 mil m² de asfalto, com prazo previsto de 10 dias para ser concluído, se o período for de estiagem.

Como proposta de requalificar o lugar, a Seinfra se antecipou e construiu dois jardins de chuva para auxiliar a drenagem urbana e melhorar a umidade do ar e substituiu as lâmpadas de vapor de sódio por lâmpadas Led, nos 78 pontos existentes em toda a Praça, sendo 34 na parte interna, com lâmpadas de 120 watts, e 44 na parte externa, com lâmpadas de 160 watts.

Projeto desenvolvido pela Seinfra para a revitalização total da Praça Universitária contempla ainda a construção de pista de caminhada, recuperação do espelho d’água, calçadas acessíveis e uma nova configuração para o Bar da Tia. Durante audiência pública realizada no início do mês, o secretário Dolzonan da Cunha Mattos colocou o projeto para análise de uma comissão formada pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo, Escola de Belas Artes, Secretaria de Cultura, estudantes e representantes da comunidade para um encontro de ideias que resgate o simbolismo da Praça e possa ser promovida uma revitalização que reflita o sentimento da cidade.

“Estamos com o projeto desenhado e aguardamos a colaboração de arquitetos, urbanistas, estudantes e da sociedade no geral para finalizarmos e colocarmos em licitação o que estiver faltando para a revitalização da Praça Universitária, que deverá ter início entre os meses de março e abril do próximo ano”, disse o secretário Dolzonan Mattos.

Biblioteca Marieta Telles Machado

A reforma da Biblioteca Marieta Telles Machado também faz parte da revitalização da Praça Universitária. O orçamento de R$ 329.792,67 prevê a substituição de toda a pavimentação, impermeabilização das áreas necessitadas e a instalação de novos vidros e novas esquadrias. Cinco empresas concorrem à licitação para executar a obra.

Na história

A Praça Universitária foi planejada em 1933 pelo arquiteto Attílio Corrêa Lima, junto com a inauguração de Goiânia, projetada em 1967 pelos arquitetos Elder Rocha Lima e Valdemar Cordeiro e construída em 1969 pela Prefeitura Municipal.

O objetivo era o de reunir faculdades em um mesmo local, o que vai acontecer a partir dos anos 1950, época em que o Setor Universitário, bairro onde se localiza, ainda chamava-se Bairro Botafogo. Ela é tombada pelo Patrimônio Histórico e Cultural de Goiás, e já foi palco de grandes manifestações políticas, eventos estudantis – incluindo dois congressos da União Nacional dos Estudantes – e show artístico-culturais.

É um dos melhores lugares da cidade para ver o pôr-do-sol, além de ser bem arborizada e apresentar um museu de esculturas ao ar livre, além de bares e biblioteca. Em sua região, concentram-se os Câmpus 1 da Universidade Católica de Goiás e da Universidade Federal de Goiás, o Museu Antropológico da UFG, Hospital Araújo Jorge, Hospital das Clínicas, além de repartições públicas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here