Campo de Dobras do Parque Estadual dos Pirineus ganha trilha interpretativa 

0
372
Foto: SEMAD

A Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) realizou, no último sábado, 07, ações de revitalização no Parque Estadual dos Pirineus (PEP). Com apoio de técnicos e professores da Universidade Federal de Goiás (UFG) e da Prefeitura de Pirenópolis, foi feito o mapeamento das chamadas “dobras verticais”, formações rochosas características da região dos Pirineus constituídas há 2 bilhões de anos pela compressão do quartzito no fundo do oceano.

Com o trabalho concluído, foi lançada a Trilha Interpretativa do Campo de Dobras, onde os visitantes poderão saber mais sobre este fenômeno natural raro por meio de placas explicativas, informações geológicas e curiosidades. A direção do Parque Estadual dos Pirineus também concluiu o fechamento de entradas secundárias da unidade.

A ação tem como objetivo facilitar o controle de veículos e visitantes no local, que tem 28 quilômetros de perímetro. Assim, a administração do parque deixou apenas duas estradas de servidão histórica isoladas do restante da unidade de conservação e uma principal de acesso, com suas duas entradas para efetuar o controle e orientação à visitação para proteger áreas definidas como intangíveis pelo Plano de Manejo.

Agora, a chegada dos visitantes se dará pelas duas guaritas principais, de Cocalzinho e Pirenópolis. Outras nove entradas de veículos foram fechadas e sinalizadas. Outras oito entradas por trilhas de motos e pedestres, também foram identificadas como fechadas, sendo proibido o acesso de gado, cavalos e cães.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here