Rápidas | Censura

0
266

Um clipe do cantor e compositor Arnaldo Antunes foi alvo de censura na TV Brasil. A notícia foi divulgada nos principais sites no final da semana que passou. Ao Congresso em Foco, funcionários da emissora informaram que a censura se deu por tratar de temas considerados sensíveis ao governo. O vídeo da música “O real resiste” mostra cenas de violência policial e disseminação de preconceitos no país. A canção cita milícias, terraplanistas, torturadores e fundamentalistas. “Miliciano não existe. Torturador não existe. Fundamentalista não existe. Terraplanista não existe. Monstro, vampiro, assombração. O real resiste. É só pesadelo, depois passa”, diz trecho da música. Confira o vídeo e tire suas conclusões: Arnaldo Antunes – O Real Resiste

Alça de acesso da GO-020

Os vereadores Carlin Café, Denício Trindade e Anselmo Pereira conseguiram junto ao prefeito Iris Rezende que a alça de acesso da GO-020 ao Parque Atheneu, Jardim Marilizia, Jardins e Alphaville seja refeito com urgência, beneficiando mais de 100 mil moradores da região. Há quase um mês a alça de acesso da GO-020 foi fechada e aterrada sem estudo de impacto de trânsito, causando grande congestionamento na rodovia e também na via de acesso aos bairros. Os vereadores levaram o caso ao prefeito Iris Rezende e ao secretário de Governo Paulo Ortegal, que determinaram que a alça seja reaberta. A obra está em andamento.

Na fase dos pré

A disputa à Prefeitura de Goiânia já começou. Três mulheres já estão com os discursos afinados neste sentido. São pré-candidatas a deputada estadual Adriana Accorsi, do PT; a vereadora Dra. Cristina, recém chegada ao PL; a historiadora Mariana Lopes, do PSOL. No MDB, o ex-governador Maguito Vilela pode surgir no páreo caso o prefeito Iris Rezende não seja candidato, o que é pouco provável. Talles Barreto surge como um dos prováveis nomes do PSDB. Major Araújo é o pré-candidato do PSL; o deputado federal Elias Vaz pelo PSB e o deputado Francisco Júnior, pelo PSB.

Profissões excluídas do MEI

Novas regras sobre representação jurídica por meio de empresas classificadas como Microempreendedor Individual, assinada semana passada pelo secretário especial da Receita Federal José Barroso Tostes Neto exclui profissões artísticas e culturais como cantor e músico independentes, DJ, VJ, humorista ou contador de histórias, instrutor de artes cênicas, instrutor de arte e cultura, instrutor de música e proprietários de bar com entretenimento. Agora eles não podem mais emitir notas ficais, nem terão mais benefícios previdenciários.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here