Goiás deve colher mais de 24 milhões de toneladas de grãos na safra 2019/2020

0
253

Com expectativa de aumento da área cultivada em 1,7% em relação à safra anterior, a safra de grãos 2019/2020, em Goiás, tem produção estimada em 24,6 milhões de toneladas. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira, 8 de janeiro, no 4º Levantamento de Grãos da Companha Nacional de Abastecimento (Conab). O destaque ficou por conta da soja, cuja produção tem aumento estimado em 5,4% em relação à safra 2018/2019, e expectativa de 12,05 milhões de toneladas.

Segundo o levantamento, o atraso nas chuvas e as condições climáticas para o cultivo da soja foram favoráveis. A produtividade da oleaginosa também foi favorecida e aumentou em 3,3% em relação à safra anterior, passando para 3.400 quilos por hectare. O atraso das chuvas, no entanto, segundo o estudo, pode afetar o desempenho do milho 2ª safra, cuja produção está estimada em 8,6 milhões de toneladas.

O levantamento também aponta crescimento na produção de feijão de 5,1%, com estimativa de produção de 319,9 mil toneladas, e de milho 1ª safra, com produção estimada de 2,3 milhões de toneladas – aumento de 15,4%. O trigo, cuja safra 2019 já foi encerrada, teve crescimento expressivo de 126,2%, com a colheita de 158,8 mil toneladas.

“A estimativa da Conab aponta para novos recordes na série histórica da produção de grãos no País e, em Goiás, devemos ter excelentes resultados, também. Isso se deve a uma série de fatores, incluindo desde os climáticos até o trabalho que o Governo de Goiás tem feito junto aos municípios, como a entrega de retroescavadeiras, do contrato de repasse da Patrulha Mecanizada. Esse trabalho, por exemplo, contribui na manutenção das estradas vicinais e favorece a produção no campo”, analisa o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto. “Além disso, esse aumento da produtividade mostra que o produtor tem investido em tecnologia e assertividade e que o campo deve continuar na vanguarda da balança comercial goiana, como os recentes dados divulgados em relação ao comércio exterior, que apontaram a força do agro, representando 76% de tudo o que foi exportado pelo Estado de Goiás no último ano”, salientou.

*Banana e café*

Também divulgado nesta quarta-feira, 8 de janeiro, o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontou crescimento na produção de banana e café arábica, no mês de dezembro de 2019. A banana tem produção estimada de 208.178 toneladas (crescimento de 4,9% em relação a dezembro de 2018) e o café arábica de 19.591 toneladas (crescimento de 11,2%).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here