Mandetta pede fala única do governo contra coronavírus e prevê dias duros em maio e junho

0
280
Foto: Sérgio Lima

Neste domingo, 12, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em entrevista ao “Fantástico”, da Rede Globo, pediu uma fala única do governo federal no combate ao coronavírus. Ele apontou que a população fica sem saber se segue as orientações do ministério, a favor do isolamento social para conter a disseminação do vírus, ou do presidente Jair Bolsonaro, que minimiza a pandemia e defende o fim do distanciamento.

Mandetta chama de equivocadas as formações de aglomerações sem, no entanto, citar nominalmente Bolsonaro, que voltou a gerar acúmulos de pessoas em novos passeios que fez por Brasília e cidades do entorno no feriado prolongado da Páscoa. O ministro previu ainda dias duros com a pandemia de Covid-19 nos meses de maio e junho.

Nesta segunda-feira, ao deixar o Palácio da Alvorada, Bolsonaro não deu entrevista aos jornalistas que o aguardavam, mas gritou à imprensa antes de entrar no carro: “Para toda a imprensa: eu não assisto a Globo.”

Nos últimos dias, por mais de uma vez, Bolsonaro desrespeitou as orientações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde, a favor do isolamento social para conter a disseminação do vírus e voltou a circular por Brasília, provocando aglomeração e cumprimentando apoiadores. Ele visitou uma padaria na capital federal.

No domingo, durante videoconferência com religiosos, Bolsonaro disse que o coronavírus dá sinais de que começa a ir embora, apesar de os dados indicarem o oposto.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here