Institutos federais oferecem cursos on-line de curta duração

0
647

Aulas que combinam vídeos on-line com elementos interativos como testes, simuladores e fóruns. É isso que estudantes de todo o mundo podem encontrar em cursos de curta duração oferecidos pelos institutos federais, responsáveis pela oferta pública de matrículas da educação profissional e tecnológica.

Os cursos que possuem de 20 a 120 horas, abrangem temas como desenvolvimento de sistemas, empreendedorismo, uso de ferramentas on-line para a educação, negócios, informática, idiomas e muito mais.

Os cursos oferecidos são chamados “MOOC”, uma sigla em inglês para identificar que as formações são realizadas de forma on-line e abertas para todo tipo de público. Não há pré-requisitos e nem cronogramas rígidos para se inscrever nos cursos. Ao concluir a formação, o participante recebe uma declaração ou certificado da instituição de ensino que ofereceu o treinamento.

Nessas plataformas, os estudantes podem assistir aulas fracionadas em pequenos capítulos, acessar matérias complementares e fazer anotações em um caderno virtual. Além disso, gestores e professores podem acompanhar os avanços dos alunos, gerenciar turmas e fóruns de discussão.

Os cursos são oferecidos de forma adicional ao currículo proposto pelos institutos federais. Essas instituições de ensino integram a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, um marco na ampliação, interiorização e diversificação da educação profissional e tecnológica no país.

Além dos 38 institutos federais, a Rede Federal é composta por dois Centros Federais de Educação Tecnológica (Cefet), pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), por 22 escolas técnicas vinculadas às universidades federais e pelo Colégio Pedro II. Considerando os campi associados às unidades, são 661 unidades acadêmicas distribuídas entre as 27 unidades federativas do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here