Taxa de desemprego no Brasil sobe a 12,2%

0
352
Foto: Jorge Rosenberg/VEJA

A taxa de desemprego do Brasil terminou o primeiro trimestre em 12,2%, com 12,85 milhões de desempregados no país, em um movimento sazonal, mas que já apresenta os primeiros sinais do impacto do coronavírus sobre o mercado de trabalho.

A Pnad Contínua divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira, 30, mostrou aumento da taxa ante 11,0% no quarto trimestre de 2019 e 11,6% nos três meses até fevereiro. No mesmo período de 2019, o desemprego era de 12,7%.

Entre janeiro e março, o total de desempregados no país era de 12,85 milhões, contra 11,632 milhões no quarto trimestre e 13,387 milhões no mesmo período do ano anterior.

O IBGE informou ainda que o total de pessoas ocupadas foi a 92,223 milhões nos três primeiros meses do ano, uma queda de 2,5% ante o período imediatamente anterior, o maior recuo de toda a série histórica

Os trabalhadores com carteira assinada no primeiro trimestre somavam 33,096 milhões, contra 33,668 milhões entre outubro e dezembro, também um sinal dos impactos da pandemia.

Os empregados sem carteira no setor privado eram 11,023 milhões, ante 11,855 milhões no período anterior.

A Pnad mostrou ainda que o total de pessoas fora da força de trabalho subiu para 67,3 milhões, batendo novo recorde desde 2012. Esse grupo é formado por pessoas que não procuram trabalho, mas que não se enquadram no desalento.

Os desalentados, aqueles que desistiram de procurar emprego, somaram 4,8 milhões.

O rendimento médio do trabalhador chegou a 2.398 reais nos três meses até março, de 2.371 reais até dezembro.

Informais

Os dados do IBGE informaram, ainda, que a taxa de informalidade chegou a 39,9% no primeiro trimestre deste ano, ante 41% no último trimestre de 2019, o que representa 36,8 milhões de trabalhadores. Os informais são os trabalhadores sem carteira, trabalhadores domésticos sem carteira, empregadores sem CNPJ, os conta própria sem CNPJ e trabalhadores familiares auxiliares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here