SMS faz live para alertar sobre abuso sexual de crianças e adolescentes 

0
337

Nesta segunda-feira, 18 de Maio, Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, a Secretaria de Saúde de Goiânia (SMS), por meio do Núcleo de Prevenção a Violência e Promoção da Saúde (NVVPS), em parceria com o Fórum Goiano de Enfrentamento a Violência e Exploração Sexual Infanto Juvenil e a Rede de Atenção a Crianças, Adolescentes, Mulheres e Idosos em Situação de Violência de Goiânia, vai discutir o assunto por meio de lives.

“Serão um total de 13 lives que podem ser acompanhadas pelo Instagram @18demaiogoias, onde também constam toda a programação e os horários. Diversos especialistas no assunto estarão discutindo, o dia inteiro, todos os aspectos que envolvem esse tema tão triste e revoltante”, explica a psicóloga do NVVPS Railda Martins.

Números da violência
Em 2019 a Secretaria de Saúde  de Goiânia registrou 2.833 notificações de violência contra pessoas em geral, sendo que 1.885 (66,5%) foram de residentes do município e desse total  50% (942) correspondem a crianças e adolescentes de zero a 19 anos. A violência sexual foi registrada em 27% dos casos, totalizando 255 notificações.

Segundo o Núcleo de Prevenção à Violência, a maioria das notificações de violência sexual contra crianças e adolescentes é do sexo feminino (80%), da raça negra (61%) e residentes na região urbana (95%). Aproximadamente 40% ocorreram mais de uma vez e 9% das vítimas com algum tipo de deficiência ou transtorno.

“A maioria das agressões registradas em Goiânia, em 2019, foi praticada por alguém do núcleo familiar e quando se trata de criança esse número chega a 70%.  O sexo do autor da violência sexual foi o masculino em cerca de  85,5% das notificações. São avôs, bisavôs, tios , primos, enfim, pessoas que deveriam proteger”, complementa Railda

Para a médica Adriana Crispin, que também integra o NVVPS, todo dia é dia de combater essa violência. “Temos que fazer esse enfrentamento diariamente e a principal arma é a denúncia. E neste período de pandemia a preocupação é ainda maior, pois as crianças e adolescentes estão passando mais tempo  dentro de casa,  onde ocorrem  aproximadamente 71% das violências, “ ressalta .

História
O dia 18 de Maio foi instituído como uma data de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes em memória da menina Araceli, 8 anos, rapitada , estuprada e morta em Vitória (ES), no ano de 1973. A data tem como objetivo despertar na sociedade a importância de dizer não, de não aceitar nenhum tipo de violência contra nossas crianças e adolescentes.

Denúncias
As denúncias de suspeitas ou casos confirmados podem ser feitas pelo Disque 100 da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República ou nos conselhos tutelares, que  por conta da pandemia, estão atendendo somente pelos telefones:
Norte: 62 98596-6899
Noroeste: 62 98434-6066
Oeste: 62 98596-9257
Campinas: 62 98435-0155
Leste: 62 98596-9259
Centro Sul: 62 98415-5868

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here