Um laboratório ambiental a céu aberto

0
260
Foto: Renato Lopes - Dircom

Um experimento que deu certo. Uma área devoluta (sem destinação pelo poder público), localizada embaixo do viaduto Ayrton Senna, serviu como campo de produção a céu aberto de flores do tipo cosmos. Bem aprovado, o local se torna uma espécie de berçário e vai ofertar novas sementes para embelezar outras áreas da cidade. O próximo foco é o viaduto do Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia).

Muito mais que deixar as áreas agradáveis e bonitas, as flores atraem todo o tipo de polinizadores, compete com o capim braquiária, melhora o sistema de drenagem, reestabelece o ambiente. “Duas coisas me incomodavam, uma é que temos espaço limitado no viveiro público e outro é que quando floriam ninguém via”, diz o diretor de meio ambiente da Secretaria de Meio Ambiente, Habitação e Planejamento Urbano, Antônio El Zayek. Ele ressalta que jardins são cíclicos, não há como ficar florido o ano todo. Após o florescimento, as sementes são colhidas novamente até o momento de recomeçar um novo ciclo, entrando no período chuvoso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here