Rápidas | Bancada do PV apresenta moção de repúdio contra vetos e política indigenista de Bolsonaro

0
193
Foto: REUTERS/Adriano Machado

A bancada do Partido Verde na Câmara dos Deputados protocolou moção de repúdio aos vetos de Jair Bolsonaro à Lei que prevê ações emergenciais contra a COVID-19 nos territórios indígenas. O Planalto alegou que o texto cria despesa obrigatória sem demonstrar o “respectivo impacto orçamentário e financeiro”. Especialistas alertam que a COVID-19 pode dizimar populações tradicionais, especialmente sem a devida atenção dos governantes. Assinam a moção de repúdio os deputados Célio Studart (PV/CE), Enrico Misasi (PV/SP), Leandre (PV/PR) e Professor Israel Batista (PV/DF). O vírus já atingiu 111 povos de várias etnias, sendo o total de infectados de 7.753 e o de mortes, de 349 indígenas.

Lives

Sem acesso ao eleitor por causa da pandemia, os pré-candidatos às prefeituras e às câmaras municipais estão se utilizando da facilidade da internet para a produção de lives para discutir os problemas e sugerir soluções para as cidades. Descobriram que as reuniões virtuais são mais baratas e atraem um número muito maior de pessoas do que a maioria das reuniões presenciais. Ainda não se sabe, porém, se esta audiência se transforma em voto.

Lives 2

O que esta nova realidade mostrou é que vai sair na frente para os próximos pleitos e até mesmo na qualidade das próximas administrações, os prefeitos e prefeitas que investirem em tecnologia para as cidades. Tornálas inteligentes, com internet acessível a todos, é um bom começo nos espaços públicos.

Iris no páreo

Com uma rotina cada vez maior de vistoria e entrega de obras pela capital, o prefeito Iris Rezende se mostra candidatíssimo à reeleição. Na semana que passou, mesmo com o isolamento social determinado inclusive por ele, visitou frente de serviços na Região Oeste acompanhado de vereadores, secretários, assessores e claro, da população local.

Ministro da Educação é a favor de castigo físico de crianças

A cada semana esta coluna noticia a entrada ou saída de um Ministro da Educação. Esta edição não poderia ser diferente. Preterido pela maioria, o secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, recusou o convite. Bolsonaro chegou a cogitar o deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO) para o ministério, mas acabou nomeando para o cargo o pastor evangélico Milton Ribeiro. Entre outras coisas, o sucessor de Ricardo Vélez Rodríguez, Abraham Weintraub e Carlos Alberto Decotelli, defende o castigo físico para crianças. Ele é militar da reserva do Exército e pastor da Igreja Presbiteriana de Santos.

Gás de cozinha tem variação de até 30,77% em Goiânia

O consumo de gás de cozinha aumentou muito em função do isolamento social e, como consequência, há maior procura do produto nas revendas. Para ajudar o consumidor a economizar na hora da compra, o Procon Goiânia realizou entre os dias 3 e 8 de julho uma pesquisa de preços do gás de cozinha, aqui na capital. O menor preço encontrado para o botijão de 13 quilos (o mais usado em residências), sem taxa de entrega, foi de R$ 60 e, o maior, de R$ 75, uma variação de 25%. Com a entrega em domicílio, os valores variam de R$ 65 a R$ 85,00, variação de 30,77%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here