Goiânia recebe primeira etapa da Stock Car 2020 com portões fechados

0
214

Após liberação do Governo de Goiás para realização de eventos esportivos no Estado, por meio do Decreto 9.692, publicado em 13 de julho, a Stock Car anunciou nesta terça-feira, 14, que a primeira etapa da categoria em 2020 será realizada no Autódromo Internacional de Goiânia Ayrton Senna no próximo dia 26.

A competição, conforme previsto da legislação vigente, será com portões fechados e seguindo protocolo sanitário autorizado pela Secretaria da Saúde. Em função da quarentena gerada pelo coronavírus, a Stock adiou todas as etapas do primeiro semestre e agora retoma a temporada justamente em Goiânia, onde havia planejado iniciar o campeonato antes da pandemia.

“A Stock Car é a principal categoria do automobilismo brasileiro, para nós é muito importante que eles estejam sempre em Goiânia. Evidentemente, o momento exige atitudes de exceção, por isso o público goiano, que tem uma grande paixão pelo esporte, não poderá acompanhar a corrida do autódromo. Pedimos ao público que assista a corrida em casa. Além disso, um rigoroso protocolo de saúde foi analisado e aprovado pelo governador Ronaldo Caiado e pela Secretaria de Saúde. Temos convicção que a Stock Car, como grande evento que é, cumprirá todas as orientações e teremos um evento de sucesso”, destacou o secretário de Esporte e Lazer, Rafael Rahif.

“Até o momento nós não havíamos anunciado nada em relação à abertura da temporada pois sempre estivemos aguardando a decisão das autoridades sanitárias locais“, diz Carlos Col, CEO da Vicar, empresa organizadora da Stock Car e da Stock Light. “Mas estamos felizes agora em poder anunciar que vamos abrir a temporada, seguindo a orientação das autoridades e ainda com um protocolo de segurança muito rígido, que vai possibilitar que trabalhemos dentro de um alto padrão de segurança se comparado à maioria absoluta das atividades liberadas para o momento”, diz o dirigente.

Protocolo

O protocolo apresentando pela Stock Car e aprovado pelo Governo de Goiás prevê restrição na quantidade de pessoas em todos os setores do autódromo. Cada equipe poderá ter, no máximo, nove pessoas em seu box, já incluindo o chefe de equipe. Mesmo a organização da prova contará com um número mínimo de pessoas para que a corrida possa acontecer. Todos os postos como cronometragem, fiscais de prova, resgate e sinalização de pista terão limitação de profissionais.

“A orientação do governador Ronaldo Caiado foi muito clara: as atividades que tiveram permissão para funcionarem em Goiás tem de seguir a risca as orientações sanitárias. Este ponto é fundamental. A Stock Car nos apresentou um protocolo muito completo e rígido, fator preponderante para que houvesse a liberação da etapa em Goiânia”.

O controle de acesso a praça esportiva será rígido. Não será autorizada a entrada de nenhuma pessoa sem a credencial de trabalho que é emitida pela empresa responsável pela produção da Stock Car. Todos os participantes deverão preencher o formulário de saúde, elaborado pela equipe médica da Corrida, e enviar o mesmo à organização com antecedência, para que o mesmo seja avaliado.

“Antes de adentrar ao Autódromo, será monitorada a temperatura corporal, através de termômetro infravermelho, no sistema drive thru. Isso ocorrerá toda vez que o participante adentrar ou sair do espaço. Aquele cuja temperatura seja superior a 37,5ºC não poderá adentrar a praça “, diz o texto do protocolo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here