Editorial | Cuidar da cidade

0
215

Enquanto a vida não volta ao normal por conta da pandemia de Covid-19, a população vai tentando se adequar ao que chamam massivamente de “o novo normal”. Com a volta ao trabalho para a maioria dos trabalhadores do setor de serviços e comércio em geral, terminais ficam superlotados, ônibus cheios, num prenúncio do que já ocorre nos hospitais e postos de saúde.

Mesmo com todos os cuidados necessários, usando máscaras, álcool em gel, não conseguem o necessário distanciamento social. Resultado disso é que, segundo pesquisadores da Universidade Federal de Goiás, nos próximos 15 dias devem dobrar o número de mortos por covid-19 em Goiás. Neste cenário, autoridades preparam protocolos para a volta às aulas em agosto, mas alertam que isso só vai ocorrer se houver segurança sanitária. Caso contrário ninguém vai autorizar aulas presenciais e colocar a vida de estudantes em risco. A tendência é que as aulas permaneçam virtuais.

Em meio ao cenário de incerteza do que virá, Goiânia tem ficado mais bonita para receber a população, quando ela puder sair de casa em segurança. Esta semana que passou foi inaugurada a revitalização da Praça do Cruzeiro, Patrimônio Histórico da cidade. Ganhou o que não tinha. Espaço e opção para o lazer das famílias. Agora cumpre seu papel de local de convivência, como aconteceu anteriormente com a Rua do Lazer, o Coreto da Praça Cívica e a Praça do Trabalhador.

Obras nos bairros também têm sido entregues, mostrando que a periferia também tem sido beneficiada pela atual gestão. Esta semana foi a vez da Região Oeste, que ganhou academia a céu aberto, revitalização do Parque da Lagoa e adequação da área da feira do Carolina Park. É bom ver que Goiânia tem sido cuidada e que as obras estão em andamento. Bom seria que o povo também recebesse essa atenção, com mais ônibus para evitar aglomeração, mais distanciamento social para garantir a saúde do trabalhador e claro, que hospitais e postos de saúde recebessem a população apenas para tratamentos preventivos. Fica a esperança de que chegaremos lá!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here