Lava Jato denuncia Baldy e outros 10 por corrupção, fraude a licitações e outros crimes

0
315
Foto: Divulgação/Arquivo

A força-tarefa da Lava Jato do Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro denunciou o ex-ministro e secretário licenciado de Transportes Metropolitanos de São Paulo, Alexandre Baldy, e outras 10 pessoas pelos crimes de corrupção, peculato, fraude a licitações e organização criminosa, informou nesta terça-feira, 18, o órgão.

As investigações apontaram que Baldy —que foi ministro das Cidades do governo Michel Temer— e um primo dele envolveram-se em crimes que começaram a partir da intermediação de pagamentos para uma organização de saúde em Goiás, segundo o MPF.

Em razão dos pagamentos em atraso, Baldy, que à época era secretário de Estado goiano, valeu-se de sua influência para viabilizar os repasses à organização. Em troca, segundo a acusação, houve pagamento de propina no valor de 500 mil reais em dinheiro.

Procurada, a defesa de Baldy não respondeu de imediato a um pedido de comentário da Reuters.

A denúncia é um desdobramento de uma operação que investiga suposto pagamento de vantagens indevidas na negociação de contratos na saúde. Ele chegou a ser preso temporariamente, mas foi solto após habeas corpus concedido pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). (Reuters)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here