Lacen recebe reforço para testagem da Covid-19

0
237
Foto: Britto

O Governo de Goiás recebe reforço para testagem da Covid-19 no Laboratório de Saúde Pública Dr. Giovanni Cysneiros (Lacen-GO). O Ministério da Saúde (MS) disponibilizou para a unidade estadual dois extratores automatizados e insumos, como kits de extração. Também foram liberados R$ 6,5 milhões em recursos federais para o Lacen-GO, contribuindo para o fortalecimento da vigilância laboratorial.

O secretário da Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, participou da entrega ao Lacen-GO, realizada pelo coordenador-geral de Laboratórios de Saúde Pública do MS, André Luiz de Abreu. Com o investimento, será possível ampliar a capacidade instalada da unidade, que passa a processar uma média diária de até mil amostras.

“Um extrator já chegou e o segundo chegará nos próximos dias. Esses equipamentos vão nos ajudar durante todo o período da pandemia da Covid-19. O ministério também está disponibilizando um valor significativo em dinheiro para investirmos no Lacen-GO, deixando um legado estruturante para o local. Além de possibilitar, neste momento, a testagem para o coronavírus, esse investimento vai contribuir para aprimorar os testes de outras doenças no futuro”, ressaltou Alexandrino.

O Lacen-GO está entre os dez primeiros laboratórios estaduais a receberem o equipamento do Ministério da Saúde, promovendo um futuro melhor para o sistema de vigilância laboratorial no Estado. Os aparelhos são utilizados para processamento do exame RT-PCR da Covid-19, realizando a extração do RNA das amostras.

De acordo com a superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás, Flúvia Amorim, além desses dois extratores, Goiás está em processo para aquisição de mais um com recursos estaduais. “O Lacen-GO, que já tinha um aparelho, ficará com quatro equipamentos, ampliando ainda mais sua capacidade instalada”, disse Flúvia.

Investimentos

A transferência dos R$ 6,5 milhões destinados à aquisição de equipamentos laboratoriais para Goiás foi possível graças à Portaria nº 1.841, de 28 de julho de 2020, do MS. “A iniciativa, que se destina para reestruturação da rede laboratorial, finalizou um hiato de 16 anos de ausência de grandes investimentos federais na rede de laboratórios de saúde pública”, destacou Vinicíus Lemes, diretor-geral do Lacen-GO.

Os valores repassados aos Estados foram debatidos com os próprios laboratórios estaduais, entre eles o goiano. Os objetivos do investimento incluem atender as demandas locais, ampliar a capacidade de resposta da vigilância laboratorial e reforçar a automação de diagnósticos, entre outros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here