Novos programas incentivam recuperação econômica

0
191
Foto: Júnior Guimarães e Wesley Costa

“Não é hora de politizar. A minha preocupação é com mais empregos, mais créditos”, disse o governador Ronaldo Caiado durante o lançamento de dois novos programas voltados para a recuperação econômica do Estado, o Mais Empregos e o Mais Crédito. A solenidade de apresentação das duas iniciativas foi realizada na manhã desta segunda-feira, 14, no Palácio das Esmeraldas, em Goiânia.

A proposta dos programas é promover as conexões necessárias para manter as contratações de mão de obra pelas micro e pequenas empresas goianas, a partir da negociação de dívidas e acesso ao crédito. Ao mesmo tempo, espera-se atender a demanda do mercado ao qualificar os trabalhadores para que ocupem as vagas oferecidas.

Os empresários interessados na regularização de dívidas devem agendar atendimento pelo telefone (62) 3237-2630 ou pelo WhatsApp (62) 9-9640-3244 a partir desta segunda-feira (14/09). Será necessário informar a lista de credores e apresentar uma proposta de plano de recuperação.

Um modelo está disponível no site da Secretaria da Retomada. O atendimento presencial para os dois programas será realizado na sede da Associação Comercial, Industrial e de Serviços do Estado de Goiás (Acieg), entre os dias 14 e 25 de setembro, das 9h às 12h e das 14h às 17h.

Após o agendamento, uma banca de conciliação montada pela Acieg vai entrar em contato com os credores para dar início às negociações. “O que queremos, nessa ação, é criar um ambiente de renegociação e parcelamento desses débitos, dentro de uma realidade em que microempresário consiga honrar as parcelas e acessar uma linha de crédito. Assim, continuarão a gerar empregos e movimentar a economia”, anunciou o titular da Secretaria da Retomada, César Moura.

Junto com a campanha de conciliação será realizada uma maratona de crédito, para que os empresários interessados possam se habilitar a linhas de crédito disponíveis – via Banco do Brasil, Agência de Fomento de Goiás (GoiásFomento) e Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob) por meio do Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB). Os empresários contarão ainda com uma consultoria do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para a retomada da economia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here