Goiás é terceiro lugar nacional na geração de empregos

0
314
Foto: Jorge Rosenberg/VEJA

Goiás registra saldo positivo de empregos com carteira assinada em setembro. É o que informa o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), órgão ligado ao Ministério da Economia, em balanço divulgado nesta quinta-feira, 29.

Os números colocam o Estado na terceira colocação geral entre as demais unidades da Federação e o Distrito Federal com saldo de 14.868 contratações no período entre janeiro e setembro, resultado de 377.146 admissões contra 362.278 desligamentos registrados no período.

Em setembro, de acordo com o Caged, Goiás registrou saldo positivo de 8.158 empregos gerados. Esse número é a diferença entre trabalhadores admitidos (45.187) e desligados (37.029) no mercado de trabalho.

Esse é o quarto mês consecutivo de resultados positivos em Goiás nesse período de pandemia, que se iniciou em março. Em junho o saldo foi de 3.749 vagas; julho, 6.172; julho, 7.328 e agora em setembro, 8.158. Já no mês de janeiro o saldo foi de 7.917 e em fevereiro, 11.502. Nos demais meses o resultado foi negativo: março (-2.190), abril (-22.038) e maio (-5.730).

Setembro também marca o segundo mês consecutivo em que Goiás aparece em primeiro lugar no saldo de empregos gerados em toda a Região Centro-Oeste.

Nacional

Os números nacionais também mostram reação na geração de empregos no Brasil. De acordo com o Caged, no mês de setembro o País apresentou saldo de 313.564 novas vagas.

Agosto também fechou com saldo positivo de 244.020 postos, assim como julho, com 139.712 vagas. Já o resultado de junho foi negativo (-24.541).

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here