MDB e PT se unem em críticas contra Vanderlan

0
302

O candidato à prefeitura de Goiânia Vanderlan Cardoso (PSD) virou alvo de ataques dos candidatos Maguito Vilela (MDB) e Adriana Accorsi (PT). A estratégia teve início nesta semana, quando a candidata petista resolveu usar seus programas eleitorais para reforçar críticas que estavam sendo feitas até então pelo MDB.

Em entrevista à Sagres 730, Vanderlan disse entender o posicionamento como união dos partidos mesmo antes da definição do segundo turno. “O PT quer retomar a dobradinha MDB/PT que arrebentou Goiânia. E não é o MDB do prefeito Iris Rezende. O próprio prefeito já falou diversas vezes que recebeu do PT uma herança maldita de uma dívida de R$ 1 bilhão e um déficit anual de R$ 400 milhões. Quem quer retomar esta união é o MDB do Daniel Vilela, do Maguito Vilela, que fazem um jogo para o segundo turno”, disse.

Adriana aparece em todas as pesquisas eleitorais em terceiro lugar. Vanderlan e Maguito revezam entre primeiro e segundo lugar, dependendo do instituto. Nas rede sociais, a militância petista também direcionou ataques ao candidato pessedista.

Maguito segue internado desde o dia 22 de outubro e quem tem coordenado a campanha é seu filho, Daniel Vilela, presidente estadual do MDB. Neste processo sucessório Daniel já foi criticado por fazer alianças com PSDB, se aliando a nomes historicamente ligados ao ex-governador Marconi Perillo (PSDB), como a família Lage, em Goianésia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here