Rio Verde recebe rede de internet móvel de quinta geração

0
541
Foto: Divulgação

O governador Ronaldo Caiado lançou nesta quinta-feira, 03, em Rio Verde, a rede de internet móvel de quinta geração (5G) para o agronegócio, em caráter experimental. “Vai trazer resultado para o produtor rural, economia no combate às pragas, resultado financeiro ao agricultor, além de resguardar o meio ambiente”, projetou Caiado durante solenidade de ativação do sinal que vai viabilizar o desenvolvimento de aplicações de inteligência artificial e da chamada Internet das Coisas (Internet ofThings – IoT).

Goiás se torna pioneiro com a iniciativa, já que Rio Verde é o primeiro município no País a receber a tecnologia. O governador observou que a data marca um divisor de águas para o agro, e o que “há de mais importante em termos de tecnologia”. “Todo Brasil vai voltar os olhos para Rio Verde nos próximos meses”, observou.

Iniciativa do Governo de Goiás, por meio da Secretaria-Geral da Governadoria (SGG), a ativação do 5G para o agronegócio foi feita pela operadora Claro a partir de uma licença de demonstração, via Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), com validade de um ano. Após esse período, será realizado um leilão. Vice-presidente de Relações Institucionais da Claro, Fábio Andrade referiu-se ao governador como um “entusiasta da tecnologia”, motivo pelo qual o Estado garante vantagem em relação às outras unidades federativas a partir da implantação do sinal. “Goiás sempre está à frente. E, quando fala que Goiás está ficando pra trás, ele [Caiado] dá um jeito de deixar Goiás na frente”, disse.

As duas primeiras torres de transmissão do 5G, em caráter de prova de conceito, foram instaladas em dois pontos do município: na Fazenda Nycolle, onde ocorreu a solenidade de lançamento, e no Parque Tecnológico do Instituto Federal Goiano (IF Goiano), inaugurado, juntamente com o Centro de Excelência em Agricultura Exponencial (Ceagre), na manhã desta quinta-feira. O prefeito de Rio Verde, Paulo do Vale, reforçou que a ferramenta trará tecnologia e economicidade. “Que o ganho real seja para o produtor rural, esse que alimenta o mundo e que todos dependem dele”, salientou. O governador concordou: “A agropecuária merece, mais do que tudo, desenvolver sua capacidade produtiva, com renda e retorno para o produtor”.

O projeto também tem parceria da Huawei, empresa multinacional de equipamentos para redes e telecomunicações. CEO da Huawei Brasil, Sun Baocheng frisou que o “Brasil é líder da agricultura no mundo, e novas tecnologias podem trazer mais eficiência e benefícios”. E que Goiás, sob gestão de Caiado, “está sempre fazendo o possível para atrair novas tecnologias”, a exemplo da parceria para implantação do novo sinal.

O diretor de Marketing da marca, Thiago Fontes destacou a importância da iniciativa no Estado. “O 5G e a inteligência artificial irão melhorar a eficiência e encurtar o tempo de inspeção de plantio de uma semana para apenas uma hora na análise precisa das áreas contaminadas”, exemplificou ao alertar que isso pode reduzir o uso de defensivos em até 90%.

A ação também conta com o apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação (Sedi), da Fapeg, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano (IF Goiano), da Goiás Telecom, do Centro de Excelência em Inteligência Artificial da Universidade Federal de Goiás (Ceia/UFG) e da Prefeitura de Rio Verde. Caiado ressaltou que a ciência não pode ser desprezada, e agradeceu aos parceiros do Estado. “Nada tem importância se tiver em pontos isolados. Conseguimos convergir tudo isso, demonstrando ao mundo a capacidade de avançar na tecnologia e tornar a vida das pessoas mais fácil.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here