Em nove Estados brasileiros, tem início em janeiro os prazos para pagamento do IPVA 2021

0
3680
Oswaldo Corneti/ Fotos Públicas

 

Em 2020, muitas pessoas tiveram dificuldades para acertar os pagamentos relacionados aos débitos de trânsito. Mas, para esse ano, os Detrans de alguns Estados já definiram os prazos para pagamentos como o IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores), licenciamento, multas, entre outros débitos.

Os condutores dos Estados de Alagoas, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo já têm os calendários de pagamento definidos e poderão realizar os pagamentos de seus débitos de trânsito em janeiro de 2020, em cota única ou a primeira parcela, nos casos em que o condutor opta por dividir o valor total.

Normalmente, os dias de pagamento são definidos de acordo com a região e o final da placa de cada veículo. A quitação do valor do imposto pode ser dividida em até três vezes, com parcelas distribuídas entre os meses de janeiro e março e o contribuinte também pode optar por pagar em uma única parcela com desconto. Nos outros Estados este calendário de pagamentos para 2021 também será aprovado nos próximos meses.

Para quem precisar consultar se possui mais alguma dívida com o Detran e fazer o parcelamento, é possível acessar o site da Zapay, uma startup especializada no parcelamento de débitos de veículos junto aos órgãos de trânsito, ter acesso a todos os seus débitos e pagar as dívidas do seu carro em de até 12x no cartão. As transações realizadas pelo site da Zapay, também podem ser feitas quando o prazo de pagamento estipulado pelo Detran já tiver acabado.

O Código de Trânsito Brasileiro estipula multa de R$ 293,47 para o condutor flagrado dirigindo sem o licenciamento. A infração é considerada gravíssima, com o lançamento de sete pontos na CNH e a apreensão do veículo. Para regular a situação, o motorista deve pagar o IPVA, o DPVAT, a taxa de licenciamento e as multas.

Enquanto o condutor não regulariza o pagamento do IPVA, não pode fazer o licenciamento do veículo. E, quem é pego com o licenciamento irregular, também corre o risco de ter o carro apreendido. O condutor também pode ter seu nome negativado, no entanto, no caso de dívidas com o governo, a negativação não acontece junto ao SPC ou Serasa. A pessoa tem o seu nome incluído na dívida ativa, que é uma execução fiscal onde ele poderá até perder o carro.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here