Análise da redação do Enem

0
279
Por Maria Catarina Bózio, coordenadora de redação do Poliedro

Com o tema da redação do ENEM, “O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira”, o candidato poderia revisitar aspectos bastante recentes das políticas públicas de saúde mental que, a partir de 2019, flertam com o retorno de eletrochoques e de manicômios como possíveis alternativas de tratamento, além de discutir a tendência capacitista presente na sociedade brasileira.

O aluno poderia, ainda, dialogar com repertórios bastante acessíveis e próprios da realidade nacional ao discutir o estigma da loucura presente em “O Alienista”, de Machado de Assis, ou trazendo nomes bastante relevantes no âmbito do país, como Arthur Bispo do Rosário e Nise da Silveira.

No repertório mais acessível e próximo da realidade do aluno, o impactante “Coringa” também poderia ser posto em diálogo. Nesse aspecto, seria possível considerar a dificuldade de acesso do protagonista ao tratamento formal de suas condições mentais e a desatenção das políticas públicas empregada em relação às doenças mentais naquele eixo fictício, que não se distancia da realidade.

Por fim, é válido ressaltar como a realidade do home office e do ensino remoto suscitou a discussão dessas pautas neste período de quarentena, o que pode também facilitar o desempenho do aluno que esteve atento às temáticas presentes nas notícias e reportagens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here