Assembleia aprova matérias que suspendem feriado de carnaval

0
474

Deputados aprovaram, em 1ª fase de votação, a suspensão do feriado de carnaval no ano de 2021, proposta em matérias do Governo e da Mesa Diretora da Casa. A votação ocorreu na 2ª sessão extraordinária híbrida desta terça-feira, 9. As proposições serão votadas em 2ª etapa, amanhã, em sessão extra que terá início às 10 horas. A medida é mais uma ação dos Poderes em Goiás para o enfrentamento à pandemia de covid-19. Os trabalhos do dia foram conduzidos pelo presidente da Alego, Lissauer Vieira, e por Humberto Aidar.

Reunidos em sessão extraordinária híbrida na manhã desta terça-feira, 9, os parlamentares da Assembleia Legislativa aprovaram, em primeira fase de votação, a suspensão do feriado de carnaval no ano de 2021, proposta em matérias do Poder Executivo e da Mesa Diretora da Alego. Os trabalhos foram conduzidos de dentro do plenário Getulino Artiaga pelo presidente em exercício, deputado Humberto Aidar (MDB).

O presidente da Casa, Lissauer Vieira (PSD), presidiu a primeira sessão extraordinária realizada no dia. Em seguida, os parlamentares foram convocados para reunião da Comissão Mista. Após deliberarem os projetos em pauta, eles seguiram para mais uma sessão extraordinária, com a finalidade de apreciarem, na Ordem do Dia, as duas matérias relativas ao feriado de carnaval.

Tanto a propositura de nº 2553/21, da Governadoria do Estado, e a de nº 2785/21, da Mesa Diretora, receberam um total de 21 votos. Ambas as matérias receberam o aval do Plenário por 19 votos favoráveis. Os dois votos contrários foram dados pelos deputados Henrique Arantes (MDB) e Major Araújo (PSL).

Caso sejam aprovadas em segunda votação na Ordem do Dia da sessão extraordinária que será realizada amanhã, não será decretado ponto facultativo na segunda-feira (15/2) e o feriado, que seria na terça-feira (16/2), também ficará suspenso. A medida é mais uma ação dos Poderes em Goiás para o enfrentamento da emergência sanitária decorrente da pandemia de covid-19.

De acordo com a justificativa apresentada pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) na matéria de nº 2553/21, os feriados prolongados, como observado recentemente, contribuem para o crescimento da contaminação e a sobrecarga dos hospitais, onde as taxas de ocupação de leitos de UTI encontram-se em níveis críticos.

“Assim, é imperioso reforçar que, por estarmos em momento de crescimento da contaminação, a suspensão do feriado tem, especificamente, o objetivo de evitar a ocorrência de aglomerações de pessoas. Como se sabe, elas são comuns no período carnavalesco, quando multidões buscam, principalmente, as cidades turísticas do estado de Goiás”, frisou.

O chefe do Poder Executivo considera a medida fundamental. “Nesse sentido, a presente propositura, somada aos esforços de todos os segmentos da sociedade, propiciará a redução da velocidade de propagação do novo coronavírus. Consequentemente, o sistema de saúde de Goiás estará menos carregado”, argumentou.

O projeto de resolução da Mesa Diretora da Alego, protocolado com o nº 2785/21, também foi aprovado na manhã desta terça-feira, seguindo a mesma perspectiva.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here