Ipasgo suspende cirurgias eletivas para liberar leitos para Covid-19

0
225
Foto: Eduardo Ferreira

 

A partir desta terça-feira, 16, as cirurgias de caráter eletivo estão suspensas por 21 dias na rede credenciada ao Instituto de Assistência dos Servidores Públicos de Goiás (Ipasgo).

A decisão, prevista na portaria normativa nº 3/2021, cumpre uma determinação do Governo de Goiás e tem como objetivo aumentar a disponibilidade de leitos nos hospitais da rede Ipasgo para atender aos casos de internação em função da pandemia de Covid-19.

Neste período, somente serão efetivados procedimentos e cirurgias de urgência e emergência que tenham riscos e necessidades comprovados pela auditoria do Instituto.

O presidente do Ipasgo, Hélio José Lopes, explica que cirurgias eletivas não têm caráter de urgência e podem ser agendados sem provocar prejuízos. “Neste momento, a prioridade é garantir que os beneficiários porventura vítimas de contaminação pelo novo coronavírus recebam o atendimento adequado”, afirma.

As medidas integram o plano de ação emergencial do Governo de Goiás para combater o avanço da segunda onda do coronavírus no Estado.

O presidente do Ipasgo diz que a determinação do governador Ronaldo Caiado é para que todos os esforços sejam destinados às ações de controle, prevenção e estruturação da rede de saúde pública e privada para este momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here