Novas regras de funcionamento da Assembleia Legislativa para evitar contágio proíbem visitação pública

0
232

Com o crescente número de infectados e com hospitais da rede pública registrando mais de 90% de ocupação dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), a Diretoria de Saúde e Meio Ambiente do Trabalho emitiu uma nota técnica recomendando novas medidas de biossegurança sanitárias. Uma das solicitações foi a suspensão da entrada de visitantes nas dependências da Alego por 15 dias. A decisão está em vigor desde o último dia 18.

Por enquanto, a entrada na Casa fica restrita a servidores devidamente identificados com crachá funcional e ocorrerá exclusivamente pela portaria localizada na Rua 29, sendo que a entrada principal permanecerá fechada durante esse referido período. Além disso, todas as chefias receberam orientação para restringir o número de servidores escalados para o trabalho presencial ao mínimo possível.

O presidente da Alego, Lissauer Vieira (PSB), informou aos deputados que a Diretoria também recomendou a realização de sessões 100% remotas, devido ao agravamento da pandemia do novo coronavírus no estado. O presidente colocou em votação duas possibilidades: a de realizar as próximas sessões de forma totalmente remota ou continuar com as sessões híbridas, nas quais alguns deputados participam no plenário e outros virtualmente.

Após discussão e votação entre os parlamentares, a proposta de manter as sessões híbridas prevaleceu por 18 votos a 10. E ficou definido que os gabinetes parlamentares ficam fechados e apenas a parte administrativa da Alego vai funcionar até as 13 horas.

Outra orientação da diretoria é no sentido de que todos que estiverem no trabalho presencial utilizem ventilação natural o máximo que puderem, recomendação sanitária que reduz o risco de contaminação pelo vírus. Nos ambientes que há janelas, essas devem ser deixadas sempre abertas e, caso necessário, a utilização do aparelho de ar condicionado deve ser apenas no modo de circulação de ar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here