Anápolis está com quase da capacidade máxima de ocupação dos leitos de UTI na rede pública

0
328
Foto: Reprodução/Youtube

Na manhã desta sexta-feira (26), o prefeito de Anápolis, Roberto Naves (PP), usou o tempo de fala que teve na sessão remota de prestação de contas na Câmara Municipal para fazer diversos alertas em relação à pandemia em Anápolis.

Com semblante preocupado e visivelmente tenso Roberto alertou, que dos 50 leitos de UTI exclusivos para pacientes da cidade 37 estão ocupados. “Quero acreditar que o número de internação possa começar a cair dentro das próximas 72h. Não acontecendo isso, nós vamos precisar tomar atitudes mais enérgicas para que a gente não transforme Anápolis numa nova Manaus”, disse.

O prefeito lembrou, que desde o começo da pandemia, na chamada primeira onda, Anápolis nunca havia chegado próximo da ocupação de leitos de UTI, como está ocorrendo agora, com o limite já próximo de 80%.

Segundo Roberto Naves, se a situação não melhorar “não haverá outra maneira senão adotar medidas mais enérgicas”. O que, no caso, seria elevar ao nível da matriz de risco para o patamar alto, implicando, com isso, o fechamento de atividades, mantendo-se apenas aquelas consideradas como essenciais, por exemplo: farmácias e drogarias, supermercados e outros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here