Anápolis decreta fechamento dos serviços não essenciais por 10 dias

0
302
Foto: Divulgação/Arquivo

O prefeito de Anápolis, Roberto Naves (PP) informou na tarde desta quinta-feira, 04, o fechamento dos serviços não essenciais por um período de 10 dias. O decreto excepcional foi anunciado para evitar colapso da saúde e começa a valer nesta sexta-feira, 05, a partir das 19 horas.

Na manhã desta sexta-feira, dos 60 leitos de UTI destinados a pacientes com a Codiv-19, 55 estão ocupados. Nas enfermarias, das 87 vagas apenas 63 estão ocupados. O prefeito declarou que na região macro-norte, com 60 municípios, não têm mais vaga de UTI para tratamento da Covid-19.

Irão funcionar no município:

  • os serviços na área da saúde, urgências e emergências;
  • farmácias e drogarias;
  • clínicas de vacinação;
  • indústrias alimentícias e de produção de medicamentos;
  • gêneros alimentícios: como supermercados, açougues e verdurões;
  • cemitérios e funerárias;
  • revendedores de combustíveis, gás e água;
  • agências bancárias e lotéricas;
  • segurança pública e privada;
  • restaurantes, pit dogs e pizzarias apenas pelo sistema de delivery.

Novas cepas

De acordo Roberto Naves, Anápolis já tem transmissão comunitária das novas cepas do vírus da Covid-19, em especial a variante inglesa e a do Amazonas, e elas tem alterado o perfil dos pacientes. “Nos últimos sete dias, houve um aumento de 325% do número internações com pacientes com menos de 60 anos”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here