Trabalho híbrido? Aprenda a unir sala de estar e home office de forma elegante

0
499
Foto: Divulgação

O cenário corporativo mudou e o seu reflexo incidiu diretamente na forma como as pessoas trabalham em casa. Segundo dados do Guia Salarial 2021 da Robert Half, 62% dos executivos de mercado e 74% dos colaboradores entrevistados aprovam o formato de trabalho híbrido, ou seja, parte home office e parte no escritório.

Enquanto em 2020 essa acomodação precisou ser feita de forma emergencial, o ano de 2021 criou a necessidade de adaptação ao novo cenário global, provocando nos profissionais a urgência em pensar na casa como um ambiente fixo de produção e trabalho.

Atento às tendências para este ‘novo normal’, o arquiteto Márcio Barreto defende que novos projetos residenciais já devam ser pensados de forma a contemplar a demanda hibrida. “Quando pensamos em arquitetura de interiores é preciso entender primeiramente o comportamento social. Cabe então a nós, arquitetos e decoradores, propormos um projeto que atenda às expectativas do cliente, de forma funcional e bonita”, pontua Márcio.

Integrando a sala de estar ao home office, Barreto acredita que essa seja a melhor opção para quem está precisando trabalhar de casa.

“A Sala tende a ser mais iluminada, ventilada e com maiores dimensões que os outros cômodos da casa, dessa forma, trabalhar nesse espaço traz mais conforto térmico e lumínico. Confesso que não gosto da ideia do home office dentro dos quartos, pois acaba misturando o espaço que é determinado para dormir e descansar com o trabalho”, destaca o arquiteto.

Quando a dificuldade está em espaços pequenos, o profissional explica que integrar ambientes com mobiliários corretos e sem excesso, gera a percepção de espaço maior do que realmente é. Por isso, na hora de integrar os ambientes, é preciso prever e manter os usos necessários para o funcionamento da casa. “Não adianta integrar a Sala com a Cozinha e no novo Layout não conseguir inserir uma mesa de jantar”, explica.

Para quem deseja organizar o ambiente sem a ajuda de um profissional, Márcio Barreto destaca 4 dicas especiais:

  • A bancada ou mesa precisa ter altura confortável para trabalho, mas se camuflar com os outros móveis;
  • Experimente a continuação de um móvel da TV, um aparador, algum móvel que ao retirar a cadeira de trabalho ela permaneça funcional e bonita;
  • Papeis, impressora e pastas precisam estar em armários fechados e ficarem escondidos. Ninguém quer chegar em casa, ou receber uma visita, com uma estação de trabalho montada no meio da sala;
  • Por fim, escolha uma cadeira confortável e com ergonomia. Isso faz toda a diferença ao longo dos dias.

Para saber mais sobre Márcio Barreto e o escritório Arquitetura do Barreto, acesse o site arquiteturadobarreto.com ou a página do Instagram @arquiteturadobarreto.

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here