Estudantes criam produtos de limpeza artesanais, sustentáveis e seguros

0
156

Produtos de limpeza sustentáveis têm aos montes no mercado. Mas e produtos do gênero feitos artesanalmente, de forma segura e barata? Com essa proposta, três alunas da Escola Estadual Prof. Arthur Ramos, da cidade de Pilar (AL), desenvolveram uma linha de produtos. O trabalho é um dos projetos finalistas da 19ª edição da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE 2021), que começou ontem (15/3) e vai até o dia 26 pela Plataforma FEBRACE Virtual.

A linha é composta por sabão em barra e em pó, água sanitária, amaciante e detergente. Em comum, todos contêm extrato da folha de bananeira – rica em alantoína, uma substância com poder cicatrizante que, no caso, ajuda a tornar os produtos menos agressivos à pele. “Comprovamos Isso nos testes de pH”, afirma Thawane Silva Santos, estudante que desenvolveu o projeto ao lado das colegas Maria Izabel da Silva e Mikaely Vitória dos Santos Silva. “Ao inserir o extrato da folha de bananeira na formulação, também queríamos dar uma destinação adequada aos resíduos do plantio da banana”, destaca.

Segundo ela, a produção de toda a linha é bem simples e barata. A água sanitária, por exemplo, leva em sua formulação extrato da folha de bananeira (obtida ao triturar a folha), açúcar, água, soda cáustica, detergente e álcool. “Nossa proposta é que a fórmula de cada produto possa ser replicada e usada como fonte extra de renda para a população de baixa renda”, completa Thawane.

Na FEBRACE, esse projeto é um dos 345 finalistas, desenvolvidos por 716 estudantes de 295 escolas do ensino fundamental, médio e técnico de todo o País, com a participação de 482 professores, que atuaram como orientadores dos projetos. Os projetos finalistas serão julgados e premiados pela criatividade e rigor científico. A cerimônia de premiação será no dia 27/3 com transmissão pelo Youtube.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here