The Student World Virtual Fair, dia 24 de março, das 16h às 20h, ingresso gratuito

0
268

Com ingresso gratuito e exclusivo para brasileiros, a feira internacional de educação acontece no dia 24 de março (quarta-feira), das 16h às 20h, na plataforma da The Student World Virtual Fair, a maior do mundo no segmento de intercâmbio. Estudantes e profissionais de todo o Brasil poderão passear por estandes de agências governamentais e universidades ranqueadas entre as 300 melhores do mundo. Os visitantes encontrarão todas as informações necessárias para a sua viagem de estudos, em todas as modalidades de cursos. Mesmo após a pandemia, a marca gigante global no setor de intercâmbio, decidiu seguir realizando as suas feiras em plataforma virtual. A tecnologia desenvolvida por eles recria o ambiente de feira presencial.

Para participar basta ter um computador ou smartphone ligado à Internet e, em poucos cliques, os visitantes poderão interagir durante quatro horas com agências governamentais, escolas de idiomas e representantes de 87 instituições de ensino de 14 países. As inscrições gratuitas podem ser feitas pelo link https://thestudent.world/brazil/pressbr

Na plataforma virtual será possível encontrar informações sobre todas as modalidades de cursos (idiomas, high school, graduação, pós, mestrado, doutorado, MBA e técnicos).

Os países mais procurados pelos brasileiros para intercâmbio, segundo a pesquisa BELTA 2020, estão confirmados para o evento. São eles: Canadá, Estados Unidos, Reino Unido e Austrália. Também participam da feira: Espanha, Alemanha, Dinamarca, Holanda, Itália, Portugal, República Tcheca, Suécia, Japão e Coreia do Sul.

A tecnologia desenvolvida pela FPP EDU Media desde 2015 é única no setor de intercâmbio e está possibilitando fomentar o segmento e o sonho de profissionais e estudantes que buscam qualificação e novas vivências no exterior.

Com experiência de 22 anos em feiras presenciais, realizadas até o início da pandemia, em 50 cidades de todos os continentes, o CEO da empresa, Sebastian Fernandes, diz que o formato virtual chegou para ficar. “O modelo conquistou a preferência dos estudantes e das instituições de ensino pelo acesso ‘mais democrático’, crescimento da participação de escolas de idiomas e universidades, além dos benefícios de praticidade, segurança, conforto e redução de custos”, explica.

Para Fernandes, quanto mais longa a pandemia, mais cresce a vontade das pessoas de buscar experiências em um outro país. “No ano passado realizamos uma pesquisa com 4,5 mil estudantes brasileiros e 83% deles disseram que seguem com os planos de estudar no exterior, mesmo que tenham que adiar a data de início”, diz.

“A feira virtual que vamos realizar no dia 24 é uma oportunidade feita sob medida para atender essa demanda. A plataforma foi pensada detalhadamente para que os visitantes possam realmente ter a experiência de passear por uma feira, sem sair do conforto da sua casa.

Eles terão a oportunidade de interagir durante quatro horas com quase 90 instituições de ensino de diferentes continentes. Essas instituições estarão online, ao mesmo tempo, em um único lugar para conversar por texto, áudio ou vídeo com pessoas de qualquer parte do Brasil.

Enquanto nas feiras físicas muitas vezes há uma “briga” por espaço nas filas dos estandes e barulhos de outras conversas que podem atrapalhar, na The Student World Virtual Fair essas conversas serão privadas e personalizadas, facilitando a interação e o esclarecimento de dúvidas. Não existe nada parecido em nosso segmento. O ambiente é fácil de navegar, amigável e tem um design muito atraente”, conclui Fernandes.

Para a diretora executiva da BELTA (Associação Brasileira de Agências de Intercâmbio), Maria Eglantine Gabarra, também com presença confirmada no evento, “o estudante quer fazer o seu curso presencial, pegar o avião. Mas a pesquisa por meio de feiras virtuais é uma tendência sem volta, mesmo quando a pandemia acabar, pois é muito prático, reduz custos e fica mais organizado. No virtual, as pessoas não ficam sem respostas, já no presencial, pela alta procura nos estandes, isso acaba acontecendo”.

O carioca Felipe Nascimento, de 27 anos, já definiu o planejamento do seu intercâmbio no Canadá em 2025. “Após minha participação na última feira, cinco universidades entraram em contato comigo, mas me identifiquei mais com a Halifax Language Institute of Canada. Estou fazendo meu planejamento dentro do que eles me propuseram. Desde pequeno sempre quis morar lá. Me identifico com a cultura e a forma de vida do país”, conta.

Segundo ele, a experiência no formato virtual da The Student World foi “fenomenal”. “Fui muito bem recebido e atendido na feira e consegui sanar todas as minhas dúvidas. Nas presenciais perdia tempo indo de um estande para o outro para fazer as perguntas, esperar ser atendido. Na virtual, enquanto estou conversando com um estande, posso ir a outro, não preciso ficar parado aguardando a minha vez. Na última feira fui em quatro estandes ao mesmo tempo e consegui ser atendido em todos. Conversei com a embaixada sobre questões de visto e com as universidades. Essa é a grande vantagem do virtual. E após a feira, as instituições permaneceram em contato comigo, tive acesso aos links das próprias universidades, a informação não se perdeu em nenhum momento. No pós-pandemia quero estar pronto com as questões de visto, reservas financeiras e com a parte psicológica para enfrentar a mudança radical de um país para outro.”

Já o foco da paulista Caroline Silva Rossetto, de 25 anos, de Mogi Mirim, nos próximos dois ou três anos é fazer um pós-graduação em Linguística na Europa. Ela já fez um curso intensivo de inglês na Universidade de Cambridge, no Reino Unido, e agora busca aperfeiçoamento profissional na Irlanda, Inglaterra ou no Canadá. Caroline tem experiência nos modelos presenciais e virtuais, aprecia os dois, mas reconhece vantagens nas pesquisas em plataforma on-line. “Na virtual temos acesso a uma feira maior e eu consegui salvar todos os documentos necessários. Encontrei tudo que procurei e esclareci todas as minhas dúvidas, achei super organizada. É mais prática e segura por conta da pandemia. Tive também uma abertura para novos conhecimentos, porque descobri informações que antes eu não conhecia”, explica.

Mais informações:
O QUÊ: Feira Virtual de Intercâmbio The Student World
QUANDO: 24 de março (quarta-feira), das 16h às 20h
QUANTO: Entrada franca
INSCRIÇÕES E MAIS INFORMAÇÕES:  https://thestudent.world/brazil/pressbr

TUTORIAL PARA PARTICIPAR DA FEIRA: https://www.youtube.com/watch?v=1d4NBKYAzqs

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here